• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • segunda-feira, 21 de setembro de 2015

    Brasília sedia II fórum internacional de bancos de leite humano

    Representantes de 24 países poderão conhecer o trabalho das unidades do DF
    Tem início, nesta segunda-feira (21), o II Fórum ABC/Fiocruz/Ministério da Saúde de Cooperação Internacional em Bancos de Leite Humano. O evento, que será realizado no auditório da Fiocruz, faz parte da comemoração de 10 anos de união de esforços para construção da Rede Latino-ibero-afroamericana de Bancos de Leite Humano (rBLH). São esperados representantes dos 24 países que compõem a rBLH.
    Neste evento o Brasil está comemorando 30 anos de políticas públicas em banco de leite humano, no DF esta iniciativa existe desde 1978 com a criação o banco de leite humano do HRT. Para Miriam dos Santos, coordenadora geral dos Bancos de Leite Humano do DF, eventos como esse "são de extrema importância pois estaremos avaliando as conquistas dos últimos cinco anos, avaliando o que necessitamos para melhorar."
    Brasília é reconhecida como capital dos bancos de leite materno por ser referência nacional na coleta do alimento. A rede pública de Saúde do DF possui 12 bancos de leite e 3 privados, todos com "Credenciamento Ouro" da Rede Iberoamericana de Leite Humano. Nesses bancos, aproximadamente 150 bebês são alimentados diariamente com as doações.
    Ainda segundo a coordenadora geral, sediar eventos assim é um reconhecimento ao trabalho prestado pela Secretaria de Saúde, "pois Brasília estará apresentando a rede BLH para todos os estados brasileiros e países presentes."
    O Fórum foi estruturado com base em dois objetivos:
    • Avaliar os resultados alcançados pela Rede Latino-ibero-afro-americana de Bancos de Leite Humano frente ao disposto na Carta de Brasília 2010;

    • Estabelecer diretrizes para a Rede Latino-ibero-afro-americana de Bancos de Leite Humano no próximo quinquênio, com a perspectiva de ampliar sua atuação como estratégia de Segurança Alimentar e Nutricional na Atenção Neonatal, em resposta às demandas da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.
    Durante o fórum também será realizado o VI Seminário Nacional de Políticas Públicas e Aleitamento Materno. Fazem parte da programação dos eventos a assinatura da Carta de Brasília 2015; a entrega do Prêmio Jovem Pesquisador da rBLH; a entrega dos certificados de Credenciamento dos Bancos de Leite Humano do Brasil no Programa Ibero-americano de Bancos de Leite Humano – IberBLH; e a certificação internacional de Consultores da rBLH para o período de 2015 a 2020.
    Estarão presentes representantes dos ministérios da saúde dos 24 países membros da rBLH, do Ministério da Saúde do Brasil, da Agência Brasileira de Cooperação, da Organização Pan-americana da Saúde (Opas) e do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).
    CARTA DE BRASÍLIA 2015 - Mobilização dos países para a elaboração conjunta da Carta de Brasília 2015. Documento que revigora e fortalece os precedentes – Carta de Brasília 2005 e Carta de Brasília 2010 – a Carta de 2015 contará com a chancela dos 23 países signatários das anteriores, além dos novos participantes, como Cabo Verde, com o objetivo de, entre inúmeros outros, configurar a rBLH como um espaço de intercâmbio do conhecimento científico e tecnológico no campo do aleitamento materno, e dos Bancos de Leite Humano como componentes estratégicos para atingir os objetivos de Desenvolvimento Sustentável estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU).

    PRÊMIO JOVEM PESQUISADOR DA REDE BLH - A 1ª edição do Prêmio Jovem Pesquisador da Rede de Bancos de Leite Humano vai selecionar, durante o Fórum, as melhores pesquisas realizadas no campo do aleitamento materno do Brasil e do exterior e contemplar trabalhos em três linhas de investigação: "Processamento, controle de qualidade e utilização do leite humano"; "Assistência em amamentação na rBLH"; "Comunicação e informação na rBLH". O objetivo é incentivar estudantes universitários, ou graduados com até 10 anos de formação, para a elaboração de trabalhos que poderão contribuir, com excelência, para o fortalecimento das práticas na rBLH em países da América Latina, Caribe, Península Ibérica e África.

    CERTIFICADOS DE CREDENCIAMENTO DOS BANCOS DE LEITE HUMANO DO BRASIL NO PROGRAMA IBEROAMERICANO DE BANCOS DE LEITE HUMANO (IberBLH) - No evento, serão certificados os Bancos de Leite Humano da rBLH credenciados no Plano de Controle de Qualidade do Leite Humano Ordenhado em 2014. Trata-se do reconhecimento da atenção destes bancos à qualidade do Leite Humano Ordenado através da adoção, por estes BLHs, de um sistema que registra o processo de coleta, seleção, classificação, acondicionamento, distribuição e de perdas de leite humano.

    CERTIFICAÇÃO INTERNACIONAL DE CONSULTORES DA RBLH PARA O PERÍODO DE 2015 A 2020 - A cooperação técnica internacional em Bancos de Leite Humano desenvolvida pelo Brasil possibilitou a implantação de uma rede de serviços voltada para a segurança alimentar e nutricional na atenção neonatal em toda América Latina, Caribe Hispânico, Península Ibérica e África. Nesse contexto, visando assegurar um processo de expansão e consolidação dos Bancos de Leite Humano, foi instituído o Consultor Internacional da Rede de Bancos de Leite Humano.
    Trata-se de um profissional forjado nos princípios científicos e tecnológicos constituídos pela Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano, capaz de atuar de forma não remunerada em apoio aos Sistemas de Saúde dos países, com o propósito de fortalecer as estratégias voltadas para a redução da mortalidade infantil com ênfase no componente neonatal.
    REDE BRASILEIRA DE BANCOS DE LEITE HUMANO (RBLH-BR) - A Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano foi estabelecida em 1998, por iniciativa do Ministério da Saúde e da Fundação Oswaldo Cruz, com a missão de promover, proteger e apoiar o aleitamento materno, coletar e distribuir leite humano com qualidade certificada e contribuir para a diminuição da mortalidade infantil. Além de coletar e distribuir leite humano a bebês prematuros e de baixo peso, os BLHs realizam atendimento de orientação e apoio a amamentação.
    A Rede possui 213 Bancos de Leite Humano distribuídos em todos os estados do território nacional, alguns com coleta domiciliar. O modelo brasileiro é reconhecido mundialmente pelo desenvolvimento tecnológico inédito que alia baixo custo à alta qualidade, além de distribuir o leite humano conforme as necessidades específicas de cada bebê, aumentando a eficácia da iniciativa para a redução da mortalidade neonatal. Em 2001, a Organização Mundial da Saúde (OMS) reconheceu a rBLH-BR, com o Prêmio Sasakawa de Saúde, como uma das ações que mais contribuíram para redução da mortalidade infantil no mundo, na década de 1990.


    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.