• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • segunda-feira, 14 de setembro de 2015

    PMDB TEM DE DECIDIR LOGO SE SAI OU NÃO SAI DO GOVERNO

    "Temer deixou Dilma falando sozinho e foi para Moscou"
    Por: Carlos Newton
    O vice-presidente Michel Temer virou as costas à presidente Dilma Rousseff, dando uma evidente demonstração de que as coisas vão piorar daqui para a frente. Com a crise pegando fogo e a economia do país derretendo, Temer viajou neste fim de semana para visita oficial a Moscou (Rússia) e Varsóvia (Polônia) e levou junto com ele oito ministros, dos quais seis do PMDB, partido do qual é presidente. A espantosa informação está publicada no Diário Oficial da União.
    Acompanham Temer na viagem os ministros da sigla Eduardo Braga (Minas e Energia), Kátia Abreu (Agricultura), Henrique Eduardo Alves (Turismo), Helder Barbalho (Pesca e Aquicultura), Edinho Araújo (Portos) e Eliseu Padilha (Aviação Civil), além do petista Jaques Wagner (Defesa) e de Armando Monteiro (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior), do PTB.
    E não é só isso. A festiva delegação oficial de Temer ainda conta com o deputado federal Fábio Ramalho (PV-MG), a secretária executiva do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, Emília Maria Silva Ribeiro Curi, e um dos subsecretários-gerais do Ministério das Relações Exteriores, Fernando Simas Magalhães, além de um grupo de empresários cujos nomes não foram revelados.
    MISSÃO DE ALTO NÍVEL
    A justificativa é de que o vice-presidente participará em Moscou da 7ª Reunião da Comissão de Alto Nível Brasil-Rússia, ao lado do primeiro-ministro Dmitri Medvedev. Criada em 1997, a comissão é a mais alta instância de negociação entre os dois países. Nesta reunião, serão tratados temas de cooperação econômico-comercial, energia, defesa, agropecuária, ciência e tecnologia e espacial.
    A comitiva oficial também visitará o Pavilhão do Brasil na Feira World Food Moscow 2015, a principal feira de alimentos, bebidas e agronegócios da Rússia, e participará do encerramento do Fórum Empresarial Brasil-Rússia.
    Em Varsóvia, Temer se reúne com o presidente polonês, Andrzej Duda, e com a primeira-ministra, Ewa Kopacz. Também participa do Foro Empresarial Brasil-Polônia, organizado pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).
    JUSTIFICATIVA
    No ano passado, o Brasil exportou US$ 3,8 bilhões e importou US$ 3 bilhões, alcançando um superávit de US$ 800 milhões na balança comercial com a Rússia. Em relação à Polônia, o Brasil exportou US$ 484 milhões e importou US$ 665 milhões, com déficit de US$ 181 milhões. Custeada por recursos públicos, a excursão chefiada por Temer é totalmente desnecessária. Não vai vender um alfinete, é tudo conversa fiada.
    Se o PMDB não quer continuar no governo, deveria fazer uma declaração clara a respeito e entregar logo os ministérios e os cargos de escalões inferiores. Essa encenação de que o partido continua na base aliada é ridícula. É hora cada partido tomar posição, dizer se pretende apoiar o governo ou considera melhor aprovar logo o impeachment e acabar logo com esse sofrimento.
    Fingir que não está acontecendo nada e ir passar férias remuneradas na Europa, recebendo diárias, realmente pega muito mal e mostra que a política brasileira não tem mais a menor credibilidade.
    Compartilhado do Blog "Tribuna da Internet"

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.