• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • quarta-feira, 23 de setembro de 2015

    Semana Mundial do Turismo é aberta com foco nas ações criativas para garantir movimentação no setor

    Evento ocorreu nesta quarta-feira (23) e recebeu autoridades como o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, e o secretário de Turismo de Brasília, Jaime Recena

    O secretário de Turismo de Brasília, Jaime Recena, que também preside o Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo (Fornatur), defendeu o turismo como desenvolvedor econômico do país. A afirmação foi feita durante o seminário “Semana Mundial do Turismo: Fomento do turismo – Oportunidade de desenvolvimento para o país”, realizado na Câmara dos Deputados, na manhã desta quarta-feira (23). “A atividade turística, dentro do setor de prestação de serviços, está na ponta de lança do desenvolvimento econômico brasileiro”.

     A abertura do evento contou também com a presença do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha; do ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves; do presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), Vinicius Lummertz; do presidente da Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados, deputado Alex Manente, e do presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Turismo, deputado Herculano Passos. O encontro serviu como abertura das comemorações da Semana Mundial do Turismo e também para reunir autoridades e interessados no tema para debaterem as atuais políticas públicas de fomento ao setor. A Organização Mundial do Turismo definiu o próximo domingo (27) como o Dia Mundial do Turismo.

    Durante a manhã foram debatidos temas como estratégia para fortalecimento do turismo no Brasil, promoção do Brasil no exterior, empreendedorismo e promoção de investimentos e estruturação dos destinos políticos. Para Recena, é um momento de chamar atenção para o novo ciclo, pois o turismo pode proporcionar nova direção para o país. “É importante encontrar maneiras mais fáceis de empreender em nossa atividade”, ressaltou. “A crise desestimula viagens internacionais, mas pode favorecer o turismo regional e nacional, além de atrair turistas estrangeiros para cá por causa da alta do dólar”, disse.

    O presidente da Embratur, Vinícius Lummertz, expôs sobre a compensação dos investimentos em promoção turística. “Nenhum investimento é mais virtuoso, o retorno é muito rápido, principalmente com o atual momento do câmbio”, disse. Ele adiantou que o lançamento da nova campanha promocional com foco na América do Sul, que será divulgada durante Congresso Nacional da Agência Brasileira de Agentes de Viagem (Abav), que acontece de 24 a 26 de setembro em São Paulo.

    O ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, também reforçou a importância do turismo no atual cenário de crise do país. “Quero que o Turismo faça parte da agenda econômica, política e social do país. O Turismo permeia 52 atividades comercias”, pontuou. Alves divulgou números e afirmou que o Turismo representa 10% do PIB global e que é responsável por gerar quatro milhões de empregos no país.  “É o momento de trazer turistas pra cá, é hora do turismo se impor na agenda econômica deste país”, completou o ministro.


    A opinião do ministro foi acatada pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, que se prontificou a levar para a pauta de votação da próxima semana o que for definido pela Comissão de Turismo em consonância com o ministério. “Acredito que se trata de um setor que, num momento como o que vivemos, pode dar respostas rápidas à população”, arrematou.


    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.