• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • sexta-feira, 16 de outubro de 2015

    #ENTREVISTA: JOãO DE DEUS » Corpo e espírito voltam ao trabalho

     "Faço parte da história da cidade. Conheço praticamente todas as capitais do Brasil, mas carrego um pedaço de Brasília comigo. Nunca deixei de atender lá" "Todos os médicos são missionários de Deus. Nós temos o recurso da medicina, graças a Ele. Deus é um bom pai que nos deu médicos inteligentes para cuidar das pessoas" "Já passaram por aqui cerca de 12 milhões de pessoas. O trabalho existe em Abadiânia há 40 anos e, se não acabou, é porque existe verdade. O equilíbrio da cidade mudou"

    O médium de Abadiânia passou por uma cirurgia delicada em setembro. Mesmo assim, há 10 dias, decidiu que já era hora de voltar a atender. Ao Correio, explicou por que recorreu à medicina tradicional e revelou a ligação dele com Brasília

    Desde que o médium João de Deus retornou a Abadiânia, cidade goiana a 117km de Brasília, o movimento de gente em busca de apoio espiritual cresceu na Casa Dom Inácio de Loyola. Antes de ele ser hospitalizado e passar por uma cirurgia no aparelho digestivo, de 1,3 mil a 1,4 mil pessoas se consultavam com o líder religioso. Há 10 dias, quando voltou a fazer cirurgias e atendimentos individuais, o número de pacientes passou para mais de 2 mil em cada um dos dias de consulta: quartas, quintas e sextas-feiras. Semanalmente, ele tem feito de 5 a 6 mil atendimentos. “Do João ninguém ao João alguém”, como dizem os assessores, todos procuram pelo homem conhecido internacionalmente por oferecer a cura espiritual.

    Aos 73 anos, João passou por cirurgia gastrointestinal em setembro no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. A internação ocorreu no fim de agosto e ele precisou permanecer na unidade após a descoberta de uma hérnia no aparelho digestivo. Mas quem vê o guia espiritual em plena atividade na casa onde acolhe os pacientes pouco percebe que o homem enfrentou uma temporada de exames.

    O nome de batismo quase ninguém conhece. João Teixeira de Faria, nascido em Cachoeira de Goiás, no interior do estado, deu lugar a João de Deus ou João de Abadiânia, como ele define. Ele promete o conforto espiritual das pessoas, principalmente aquelas diagnosticadas com doenças ou algum mal. Faz o trabalho incorporado por entidades. As que mais aparecem são o dr. Augusto de Almeida, dom Inácio, Osvaldo Cruz e Xavier. “São pessoas que têm ou tiveram uma evolução e que não mais encarnam. Para continuar o trabalho, eles entram no corpo dos escolhidos; neste caso, do João de Deus”, explicou o assessor especial do médium, Chico Lobo.

    Ecumenismo
    Circulam pela Casa Dom Inácio de Loyola evangélicos, budistas e católicos. No local, não se prega nenhuma religião, mas, segundo Lobo, valoriza-se o ser humano. Há 40 anos atendendo em Abadiânia, João de Deus recebeu gente do mundo inteiro, inclusive artistas. A pessoa que veio de mais longe saiu da Austrália para se consultar com o médium. Entre os que procuram por ele, estão os pacientes veteranos e aqueles que chegam assustados com a primeira vez.

    Na manhã de ontem, ele recebeu a equipe do Correio na primeira entrevista exclusiva após a chegada do hospital. Por cerca de meia hora, falou do período em que ficou internado, da viagem a Nova York, 11 dias após receber alta, do motivo pelo qual procurou a medicina tradicional e da fé que tem na doutrina que prega. Na ocasião, mostrou fotos da viagem aos Estados Unidos — entre elas, uma imagem na qual está ao lado da atriz e modelo britânica Naomi Campbell, acompanhado da mulher e da filha mais nova, de 8 meses.

    Nos últimos meses, o senhor se afastou dos atendimentos espirituais. O que aconteceu?
    Eu sempre mando as pessoas para os médicos. Nunca disse a elas para abandonarem o tratamento. Todo ano, antes de viajar, eu sempre faço um checape. Anualmente, vou a três ou quatro países. No último exame de rotina, antes de viajar a Nova York, eu pedi ao doutor Kalil (Roberto Kalil, médico do médium e cardiologista da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Lula) que me olhasse. Eu sabia que tinha uma hérnia, mas ela nunca aparecia aos médicos. Então, quando eles viram, eu pedi que me operassem. Depois da intervenção, fui aos Estados Unidos, onde os bons espíritos e o poder de Deus atenderam de 10 mil a 12 mil pessoas.

    Qual foi o motivo de ter recorrido à medicina tradicional?
    Todos os médicos são missionários de Deus. Nós temos o recurso da medicina, graças a Ele. Deus é um bom pai que nos deu médicos inteligentes para cuidar das pessoas.

    Como o senhor se sente hoje?
    Eu estou ótimo. Nasci em um berço católico e minha protetora é Santa Rita de Cássia. Vim de Cachoeira de Goiás e comecei com essa missão aos 9 anos. Sou João Teixeira, hoje, João de Abadiânia.

    O senhor atende a quantas pessoas por dia?
    Eu nunca atendi a ninguém. Quem faz isso são os bons espíritos e o poder de Deus. As pessoas vêm em busca de verdade, equilíbrio e respeito pela vida. Meus filhos são todos aqueles que acreditam no poder da luz e no equilíbrio de Deus. Já passaram por aqui cerca de 12 milhões de pessoas. O trabalho existe em Abadiânia há 40 anos e, se não acabou, é porque existe verdade. Hoje, Abadiânia tem mais de 100 pousadas e o equilíbrio da cidade mudou.

    Como começou a trajetória?
    Eu comecei a fazer os atendimentos no Núcleo Bandeirante, em Brasília. Faço parte da história da cidade. Conheço praticamente todas as capitais do Brasil, mas carrego um pedaço de Brasília comigo. Nunca deixei de atender lá. Conheci Brasília na época da Cidade Livre, no período de Juscelino Kubitschek. O que hoje sou foram as pessoas de lá que me deram.

    Em que o senhor acredita?
    Quando a pessoa nasce, ela já vê a luz, as estrelas e respira. A partir desse momento, já acredita em um ser maior. O que move a fé das pessoas é o poder de Deus e o equilíbrio. Deus é infinito e eterno. São os mistérios dEle que provocam maravilhas. Para Deus, nada é impossível; para a lei dos homens pode até ser que seja.

    De todos os atendimentos até hoje, qual história mais o marcou?
    O que me marca é quando eu vejo as pessoas passando fome. Por isso, distribuo alimentação no centro dessa cidade e forneço sopa na própria casa. A pessoa com fome não pensa no equilíbrio. E a maior tarefa é amar a Deus sobre todas as coisas.

    Para saber mais - Entre políticos e famosos
    João de Deus é conhecido por atender famosos. Entre os pacientes, estão o ex-presidente Lula, a apresentadora Xuxa Meneghel, a atriz Giovanna Antonelli, a norte-americana Oprah Winfrey — que esteve em Abadiânia em 28 de março de 2012 — e o ex-presidente da Venezuela Hugo Chávez. Segundo assessores do médium, o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) também vai constantemente à Casa Dom Inácio de Loyola. Ele tem, inclusive, uma foto de João de Deus no próprio gabinete do Palácio do Buriti. Na recepção da casa, também há uma imagem do socialista ao lado do governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB).

    Fonte: Isa Stacciarini – Breno Fortes – Foto/Ilustração: Blog-Google

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.