• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • terça-feira, 6 de outubro de 2015

    Escalas médicas poderão ser alteradas em tempo real no trakcare

    Além disso, criação de novas legendas no sistema apontará onde o profissional está atuando dentro da unidade

    A reestruturação do sistema TrakCare, onde são armazenados os dados da Secretaria de Saúde do DF, já começa a apresentar resultados. Uma das grandes novidades é a possibilidade de atualização, em tempo real, das escalas dos profissionais da rede pública. Além disso, foram criadas legendas para identificar o setor em que o servidor esta de plantão. O projeto piloto está sendo executado no Hospital Regional da Asa Norte e entra em funcionamento a partir de 20 de outubro.

    Antes da reestruturação, a atualização do sistema só era possível até 72 horas antes do início do turno de trabalho. Com as mudanças, o aplicativo do governo de Brasília, Siga Brasília, será alimentado com a escala real em até 30 minutos.

    “O que vem acontecendo é que aparece na escala do Siga Brasília, por exemplo, um hospital com sete médicos na clínica médica do pronto-socorro, mas na realidade apenas dois estão atendendo na porta. O restante está em outras áreas da unidade. Daí vinha a cobrança, pois para a população não aparecia essa divisão. Agora, vai aparecer”, exemplificou o assessor especial da Secretaria de Saúde, Carlos Magno.

    Segundo o diretor de Planejamento, Desenvolvimento, Monitoramento e Avaliação do Trabalho de Profissionais, Tiago Amaral, a partir de agora todos os servidores estarão, de fato, no local em que está indicado no Siga Brasília e no Portal Transparência.

    “Foram criadas sete legendas, que vão indicar onde está cada profissional de saúde daquela unidade, e não somente o médico como vinha sendo. São elas: enfermaria, centro cirúrgico, ambulatório, pronto-socorro, administração, internação de pronto-socorro e serviços”, explicou Tiago Amaral.

    CENTROS DE SAÚDE Os oito centros de saúde da regional norte também estão com as alterações em teste. Até então, cada unidade dessas tinha, no TrakCare, apenas três locais onde os profissionais poderiam estar. Agora são 18.

    A gerente do Centro de Saúde de Brasília nº 10, Célia Becker Bauer, aprovou as mudanças, afirmando que vai facilitar o lançamento da escala. “Reorganizamos o processo de trabalho para dar mais transparência para o usuário, que poderá entender quais profissionais estão realmente trabalhando e em qual local”, disse.

    MUDANÇA - Todas as alterações feitas no sistema serão publicadas em uma portaria para regulamentar as modificações. A previsão é de que a publicação saia no Diário Oficial do DF na próxima semana.


    A primeira fase de implantação será feita no Hran, onde os servidores já estão utilizando as novas ferramentas para detectar possíveis falhas. “Esperamos que até dezembro todas as unidades da rede já estejam trabalhando com as novas funcionalidades”, diz Carlos Magno. 



    Foto/Ilustração: Blog-Google

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.