• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • sábado, 3 de outubro de 2015

    #HOSPITAL » GDF negocia vinda do Sírio-libanês

    O terreno onde a primeira unidade do hospital fora de São Paulo deve se instalar fica próximo ao ParkShopping

    Um terreno de 72,8 mil metros quadrados, ao lado da Epia, do metrô e da Rodoviária Interestadual, é a aposta do governo para atrair o renomado Hospital Sírio-Libanês para a cidade. Desde junho, a instituição negocia com o GDF uma área para construir a primeira unidade hospitalar fora de São Paulo. Em negociação com a Terracap, o Palácio do Buriti ofereceu um lote próximo ao ParkShopping — um dos únicos centrais e de grandes dimensões ainda disponíveis.

    O terreno ofertado seria destinado à construção do projeto Downtown Brasília — um setor de pousadas e hotéis de baixo custo. Nas gestões passadas, a Terracap elaborou todos os estudos para implantar empreendimentos de hospedagem no local. Em 2009, a Diretoria de Prospecção e Novos Empreendimentos lançou licitação para elaboração do projeto. “A capital é uma das cidades sedes da Copa do Mundo de 2014. Essa competição exigirá espaços que comportem hotelaria de custo reduzido, pousadas e convenções de menor porte”, justificou, à época, a Terracap. A previsão do governo era construir dois hotéis de baixo custo e 12 pousadas, complementados por um edifício comercial com centro de compras.

    Este ano, já sob nova gestão, a Terracap desistiu do projeto. O Conselho de Administração excluiu a proposta do plano de negócios 2013-2024, durante reunião realizada em abril. “O projeto não está mais em discussão na Terracap. A área destinada ao Downtown foi disponibilizada para a Secretaria de Economia e Desenvolvimento Sustentável, com o objetivo de promover a concessão de incentivo econômico no âmbito do Pró-DF II”, informou a Terracap em nota oficial. “A destinação da área para o Pró-DF II foi feita a pedido do governo, por meio do despacho do governador Rodrigo Rollemberg”, completou.

    O secretário de Economia, Arthur Bernardes, confirma as negociações para repasse do terreno próximo ao ParkShopping para a construção do Sírio-Libanês em Brasília. “O projeto foi considerado de interesse público e social. Um empreendimento como esse traria benefícios enormes para a cidade e movimentaria vários setores da economia.” Pelo Pró-DF II, os beneficiados podem ter desconto de até 90% na compra de terrenos públicos. Levantamentos preliminares apontam que, no prazo de dois anos, a liberação de um terreno para a instalação de um hospital da rede traria benefícios superiores aos valores equivalentes à renúncia fiscal. “No próximo dia 5, representantes do Sírio-Libanês vão entregar ao governo o estudo de viabilidade técnica e econômica”, acrescenta Bernardes. A assessoria de imprensa do Sírio-Libanês informou apenas que “o hospital está em processo decisório”.

    Os atuais parâmetros urbanísticos autorizam construções de até 12 metros de altura, com taxa de ocupação máxima do terreno de 40%. Os usos permitidos atualmente são comercial com atividade de comércio de bens de consumo eventual, como supermercados e hipermercados. O uso secundário é para atividade de consumo excepcional, como shopping ou centro comercial. Será preciso mudar a destinação na Câmara Legislativa para implantar um hospital na área.

    Demanda
    O governo fez um estudo, que apontou uma demanda de 7,8 mil leitos de hospedagem de baixo custo para 2014. “O empreendimento em questão oferece cerca de 2.601 leitos, comprovando que é viável do ponto de vista da demanda”, argumentou à época a Terracap.

    Fonte: Helena Mader – Maryna Lacerda -  Correio Braziliense – (Foto: Claudio Reis-Esp.Correio/CB/D.A.Press)

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.