• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • quinta-feira, 29 de outubro de 2015

    Servidores da Saúde decidem pelo fim da greve das 104 categorias

    Mesmo com a garantia de volta às atividades, o grupo assegura que o movimento deve voltar em março de 2016

    Os servidores da Saúde decidiram encerrar a greve das 104 categorias do setor, após uma em assembleia, realizada na manhã desta quinta-feira (29/10). Diante da falta de avanços nas negociações e o corte de ponto anunciado pelo Governo do Distrito Federal (GDF), o Sindicato dos Empregados de Estabelecimentos de Serviço de Saúde (SindSaúde) optou por retornar às atividades nas unidades de saúde. No entanto, o movimento deve ser retomado em março de 2016.

    A categoria, que reúne mais de 23 mil servidores, estava de braços cruzados desde 8 de outubro. O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) considerou a greve como ilegal e abusiva no último dia 9. Com isso, foi determinado o retorno imediato dos servidores, que ficaram sujeitos a multa diária de R$ 300 mil, caso descumprissem a ordem. O valor acumulado da penalidade é o que pesou na decisão dos servidores. O saldo está em R$ 3,6 milhão. Em assembleia realizada na noite desta quarta-feira (28/10), o Sindicato dos Médicos do DF (SindMédico) decidiu manter a greve.

    Alguns profissionais especialistas da área, como nutrólogos, nutricionistas e psicólogos, voltaram ao trabalho na quarta-feira (28/10). As demais categorias retornam gradativamente nesta quinta, conforme escala de horários das unidades de saúde. Mesmo com a garantia de volta às atividades, a categoria continua “em estado de greve”. Isso significa que, caso considerem necessário, os profissionais podem retornar com o movimento grevista.

    Por:  Thiago Soares – Correio Braziliense – Foto: André Violatti-Esp.CB/D.A/Press

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.