• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • quinta-feira, 22 de outubro de 2015

    Suspensa a proibição da entrada de animais domésticos na Ermida Dom Bosco

    A proibição da entrada de animais domésticos na Ermida Dom Bosco foi suspensa por determinação proferida ontem. Por meio de liminar, concedida pelo juiz da vara de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano e Fundiário, Carlos Frederico Maroja de Medeiros, a decisão foi revertida temporariamente e os frequentadores do parque podem voltar a levar os amigos de quatro patas para aproveitar o espaço público.
    O advogado e frequentador do parque, Pedro Corrêa Pertence, costumava levar o cachorro para passeios na Ermida e após diversas tentativas de diálogo com o Instituto Brasília Ambiental (Ibram), órgão responsável pela manutenção do parque e pela proibição, tomou a decisão de entrar na justiça com uma ação popular. “Ajuizei essa ação em nome de alguns cidadãos frequentadores do espaço. Ficamos inconformados com o autoritarismo, falta de diálogo. Fizemos abaixo-assinado, manifestação, mandamos e-mails para a ouvidoria e fomos ignorados”, reclama.
    Para Pedro, não há justificativa para a proibição. “Acontecem diversos eventos lá, como encontros de ciclistas, food trucks, entre outros. Qual é o dano que o cachorro vai causar diferente desses eventos?”, questiona.
    O advogado esclarece ainda que, de acordo com a decisão judicial, o Ibram está sujeito a uma multa de R$ 10 mil por cada cidadão que for constrangido tentando acessar o parque com animais domésticos. Ainda cabe recurso.

    (Por: Ailim Cabral, do Correio Braziliense)

    2 comentários:

    1. Isso mesmo! É um absurdo proibirem os animais de frequentarem o local, coisa de brasileiro mesmo. Em outros países civilizados elesxpodem andar em shopping no chão, podem frequentar restaurantes, só aqui neste país de terceiro mundo e que uma coisa desta acontece. Isso é coisa de gente mal amada que não gosta de animais. Se não gosta, fica em casa, não frequente o local.

      ResponderExcluir
    2. Um absurdo o ouvido de mercador do IBRAM ante a expressa manifestação pública acerca do uso de una área pública. Benhum argumento técnico sério foi apresentado! Barulho? Um cão faz mais barulho que os senanais shows? Doenças? Cite uma sequer!

      ResponderExcluir

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.