• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • domingo, 25 de outubro de 2015

    #Vergonha: Casa de Apoio Abrace - Para mostrar para o mundo!

    Manhã de 29 de setembro.  Por: Jane Godoy

    Convidadas pela presidente da Abrace, Ilda Peliz, fomos assistir à inauguração das novas instalações da cozinha da Casa de Apoio, que fica no Guará, obedecendo a todas as normas impostas para o local.

    A dinâmica e atuante Márcia Rollemberg, mais as embaixatrizes do Gabão e da República de Camarões, também foram conferir a alegria de podermos proporcionar às crianças com câncer e suas famílias o que há de melhor em matéria de conforto, fazendo-as se sentirem como se em casa estivessem.

    Como jornalista não consegue se focar em apenas um detalhe, durante a cerimônia de agradecimento às benfeitoras da obra, com discursos emocionados, faço um passeio com os olhos pelo que está em volta da casa, do outro lado do alambrado que separa a instituição da pista de rolamento.

    Detenho-me, então, diante de uma cena que muito me envergonhou e procurei saber o que era aquilo.

    Explicaram que, do outro lado do alambrado, fizeram uma pista de bicicross ou moto cross para as crianças e jovens da região. Desativada e sem qualquer projeto para aquela área, ela foi ficando, ficando, sem destino e sem utilidade, até que a vizinhança, preocupada com a ociosidade do lugar, começou, por conta própria, dar-lhe uma (in)digna finalidade: transformou a área num lixão. Simples assim. A área estava vazia, sem utilidade, nada melhor do que fazer dela um campo de arremesso de lixo, economizando recipientes e sacos apropriados, nem o trabalho de colocar o lixo para ser levado pelos caminhões.

    Só que, nesse “esporte”, a medalha que merecem é outra: nada de ouro, prata ou bronze e sim um desonroso troféu, em que deveria existir a imagem do Sujismundo, figura criada nos anos 1980, pelo jornalista Edgardo Erichssen. Era a imagem de um homem feio e sujo, vestindo andrajos, com mosquitos pairando sobre sua cabeça.

    O pior de tudo é que o referido depósito de lixo fica exatamente em frente à Casa de Apoio da Abrace, que, nem é preciso dizer, abriga crianças com os mais variados e graves tipos de câncer, cuja imunidade é sempre baixíssima.

    Uma falta de respeito, de educação, de civilidade da comunidade que, sem freio e sem instrução adequada que deve vir das famílias e dos bancos escolares, não tem a menor noção da gravidade do que está fazendo.

    Pior ainda é a postura da Administração Regional, que não só não exerce a sua função específica, ou seja, de cuidar do bairro, em todos os setores, como também não aplica o seu poder administrativo, considerando o fato como uma infração grave, de conscientização e punição da comunidade que comete tal descumprimento da lei da limpeza. E tampouco manda limpar.

    Uma pena! Uma casa tão visitada por diplomatas que tanto ajudam a Abrace e a gente tem que submetê-los ao vexame de ter que assistir àquela cena que tanto denigre a imagem do brasiliense diante do mundo inteiro...

    Por: Jane Godoy – Coluna 360 Graus – Correio Braziliense – Foto/Ilustração: Blog-Google

    Um comentário:

    1. Encaminha essa denuncia para a Administração. Eles tem que tomar alguma providência a respeito.

      ResponderExcluir

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.