• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • terça-feira, 17 de novembro de 2015

    #Autódromo: Manobras do Brasileiro de Drift dependem de acerto com GDF

    Organização confirma prova e vende ingressos; Governo é cauteloso e não confirma evento

    Sem receber uma prova  desde  dezembro  de 2014,   o Autódromo Nelson Piquet vive um dilema para o próximo final de semana. Nos dias 21 e 22 de novembro está agendado para o local a  decisão do Campeonato Brasileiro de Drift - competição de manobras automobilísticas radicais. A organização da prova afirma que  a disputa   vai ocorrer e  tem comercializado ingressos, enquanto o governo local não confirma o evento.
       
    De acordo com  os responsáveis  pelas provas de  Drift,  o fato de o local estar fechado  não interfere na sua realização.   O Autódromo receberia uma prova da Fórmula Indy em 8 de março deste ano e, por isso, começou a ser reformado em janeiro. Irregularidades levaram  à interrupção das obras, além do cancelamento de outros eventos como a Stock Car e a Fórmula Truck.
       
    Para a disputa da final do Brasileiro de Drift os organizadores informam que   “500m a 600m são necessários para as manobras dos pilotos e que, toda a estrutura montada, inclusive as arquibancadas móveis, serão de responsabilidade dos organizadores do campeonato”.  O trecho  do autódromo que se pretende utilizar  é  a curva do mergulho, virada para as piscinas do DEFER.

    O Governo do Distrito Federal declarou, por sua vez, que não há uma posição sobre a realização ou não do evento. A decisão será  tomada após a análise do setor jurídico, que, de acordo com a assessoria do GDF, “está tratando do assunto e precisa se resguardar de qualquer problema futuro”.

    Já o  Ministério Público  do Distrito Federal e Territórios (MPDFT)  aponta que nada pode ser feito no que se refere a proibir ou autorizar a realização  da final do Brasileiro de Drift no Autódromo Nelson Piquet.
      
    Nas kabeças
    A competição de Drift tem o catarinense Márcio Kabeça na liderança, com 216 pontos, quatro de vantagem sobre seu adversário mais próximo, o brasilense Vitor Jatobá.
      
    Se em Brasília o evento corre o risco de não ser realizado, as outras quatro etapas ocorreram normalmente. A abertura do Brasileiro ocorreu no kartódromo Ferrari, dentro do complexo do Autódromo Internacional Nelson Piquet. 

    Na sequência, na cidade de Camboriú-SC,  Serra-ES e Goiânia-GO, respectivamente,  receberam as provas e as manobras radicais.
    Saiba mais

    Ingressos para a decisão do Brasileiro de Drift  estão à venda na Mult Rodas (Terraço Shopping). A entrada para a arquibancada custa R$ 20. O camarote   open bar varia entre R$ 80  (antecipado) e R$ 100 no dia do evento.

    Esta será a segunda vez, em 2015, que Brasília vai receber a competição. A primeira foi no Ferrari Kart, em abril. Naquela oportunidade, o vencedor foi Márcio Kabeça, piloto dos shows de pilotagem do Beto Carrero World. O catarinense venceu três das quatro disputas realizadas este ano.

    O brasiliense Vítor Jatobá é o segundo colocado, quatro pontos atrás de kabeça, que soma 216.

    Histórico de etapas canceladas
    Em um breve histórico das competições não realizadas no Autódromo Internacional Nelson Piquet devido às irregularidades encontradas pelo Tribunal de Contas do Distrito Federal na reforma do espaço, estão a Stock Car, a Fórmula Truck, campeonatos de motovelocidade, além da mais badalada de todas: a Fórmula Indy.

    Em 2013, a Terracap contratou, por R$ 1,2 milhão, uma empresa para elaboração de estudos técnicos e de viabilidade para a reforma do autódromo. Em setembro de 2014, outro contrato foi firmado para realização de serviços técnicos de consultoria especializada, no valor de R$ 7 milhões, e outro de R$ 37 milhões para realização da Fórmula Indy em Brasilia.

    Em outubro de 2014, a Novacap abriu edital de concorrência para execução da reforma, com valor estimado de R$ 312 milhões – valor que, segundo o TCDF, tinha R$ 30 milhões de sobrepreço,  paralisando as obras.

    Desde então, todas as provas de velocidade que seriam realizadas nas pistas do autódromo  Nelson Piquet foram canceladas.

    Embora o histórico de cancelamentos, a organização do Brasileiro de Drift acredita que terá o espaço à disposição.


    Por: Haland Guilarde - Especial para o Jornal de Brasília

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.