• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • segunda-feira, 16 de novembro de 2015

    Governador assina termo de cooperação técnica com o Comitê Rio 2016

    Brasília sediará partidas de futebol na Olimpíada do próximo ano. Rollemberg adiantou que serão feitas parcerias econômicas para receber o evento

    O governador Rodrigo Rollemberg assinou nesta segunda-feira (16) o documento que oficializa a capital do País como uma das sedes da Olimpíada do ano que vem. Por meio do termo de cooperação técnica entre Brasília e o Comitê Rio 2016, o Distrito Federal receberá jogos de futebol masculino e feminino.
    No encontro, o governador ressaltou a importância do evento para a cidade. De acordo com o chefe do Executivo, os Jogos Olímpicos vão trazer lucros à capital ao incentivar o comércio e o turismo. "É uma vocação local ser um grande centro cultural e esportivo. O mundo inteiro vai parar para ver Brasília."
    Rollemberg acrescentou que serão feitas parcerias econômicas com o governo federal e com o setor privado para trazer o evento esportivo.
    Recursos
    A secretária-adjunta do Esporte e Lazer, da Secretaria de Educação, Esporte e Lazer do Distrito Federal, Leila Barros, disse que já existem R$ 6 milhões para ajudar em reformas de quadras e de arquibancadas a serem usadas para treinos dos atletas. Segundo Leila, o Ministério do Esporte também vai contribuir com R$ 1 milhão para reformar o campo de treinamento do Colégio Militar de Brasília, na Asa Norte — local escolhido com orientação do comitê por ser próximo do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, que receberá dez partidas.

    Na cerimônia, o diretor-executivo de Operações do Comitê Rio 2016, general de divisão Marco Aurélio Vieira, explicou que, para abrigar os jogos, a cidade vai usar estruturas já existentes. "Será tudo feito de uma forma simples, será uma Olimpíada barata", destacou. "Vamos utilizar o mínimo de estrutura temporária possível."
    Também participaram da solenidade o subchefe de Assuntos Federativos, da Secretaria de Relações Institucionais, da Presidência da República, Olavo Noleto; o secretário nacional de Futebol, do Ministério do Esporte, Rogério Hamam; o secretário de Educação, Esporte e Lazer do DF, Júlio Gregório Filho, e o secretário-adjunto de Turismo do DF, Jaime Recena.
    Diretrizes
    Após a assinatura do termo de cooperação, o governador de Brasília recebeu representantes do comitê no gabinete, no Palácio do Buriti, para traçar diretrizes sobre a recepção dos jogos na cidade. Entre os assuntos debatidos estavam o trajeto da tocha olímpica — que parte da capital brasileira para outras 82 cidades em 95 dias de revezamento —, parcerias orçamentárias entre os governos local e federal e o legado que será deixado após o evento. Foram discutidas ainda a necessidade de vistoriar a condição dos estádios para treinamento e a definição de quais melhorias precisam ser feitas para receber os jogadores em 2016.

    Por: Jade Abreu, da Agência Brasília - Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.