• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • sexta-feira, 6 de novembro de 2015

    HRAN terá mutirão de dermatologia com foco no câncer de pele


    Serão atendidos pacientes diagnosticados com a doença e haverá agenda aberta para consultar a população

    Mais um mutirão será realizado no Hospital Regional da Asa Norte (Hran) e, desta vez, será para atender a demanda reprimida de pacientes da dermatologia com câncer de pele. Na ação, marcada para este sábado (7), das 8h às 18h, também haverá agenda aberta para diagnosticar precocemente a patologia. Serão utilizados, simultaneamente, 17 consultórios, além do centro cirúrgico ambulatorial.
    O mutirão dermatológico faz parte da Campanha Nacional de Combate ao Câncer de Pele, promovida pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, e conta com a parceria de outras regionais de saúde, além do Hospital Universitário de Brasília (HUB). Serão realizados atendimentos clínicos e cirúrgicos em pacientes que já tenham essa indicação de tratamento.
    "Esse atendimento visa alcançar 25 pacientes que já estão na fila de espera e o atendimento clínico com agenda aberta será para o público em geral, principalmente para aqueles que têm histórico familiar de câncer de pele, história de exposição solar prolongada - como os trabalhadores rurais e de limpeza urbana - e pessoas que apresentam sinais de alerta para câncer de pele", destacou a coordenadora de Dermatologia da Secretaria de Saúde, Roula Kosac.
    ESTATÍSTICAS - Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), a estimativa de novos casos do câncer de pele tipo melanoma (ataca as células produtoras de melanina) no Distrito Federal é de 50 homens e 40 mulheres por ano e, para câncer de pele não melanoma (das células basais ou dasescamosas) é de 1.110 homens e 1.360 mulheres.
    "O Câncer de pele não melanoma é mais comum em adultos, com picos de incidência por volta dos 40 anos. Porém, com a constante exposição de jovens aos raios solares, a média de idade dos pacientes vem diminuindo, por isso o mutirão atenderá a pacientes de qualquer faixa etária", alertou a médica.
    PREVENÇÃO - Recomenda-se evitar a excessiva exposição ao sol no horário das 10h às 16h, quando os raios ultravioletas são mais intensos. Mesmo em outros períodos, as pessoas devem se proteger com chapéu, guarda-sol, óculos escuros e filtros solares, com fator de proteção 15 ou superior.
    Além disso, é necessário fazer autoexame da pele, de modo regular, com ajuda de espelho, para detectar precocemente o câncer, e anotar as datas e a aparência da pele em cada exame. A orientação é ficar alerta a manchas pruriginosas (que coçam), descamativas ou que sangram; sinais ou pintas que mudam de tamanho, forma ou cor, feridas que não cicatrizam em quatro semanas.
    TRATAMENTO - As consultas de dermatologia são agendadas no Sistema de Regulação (Sisreg). Para marcar, é necessário ir até uma unidade de saúde com o encaminhamento médico apontando suspeita de câncer de pele.
    O Hran conta com dois ambulatórios específicos de atendimento clínico. Além disso, há um ambulatório para realizar mapeamento corporal por meio da utilização do aparelho avançado, como fotofinder, em pacientes com tal necessidade para rastreamento de melanoma. Também há três ambulatórios para cirurgia.
    Fique atento aos sinais de câncer de pele:
    - Aparecimento de pinta escura de bordas irregulares acompanhada de coceira e descamação;
    - Mudança de uma pinta como aumento no tamanho, alteração na coloração e na forma e que passa a apresentar bordas irregulares; e
    - Feridas na pele cuja cicatrização demore mais de quatro semanas, variação na cor de sinais pré-existentes, manchas que coçam, ardem, descamam ou sangram.


    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.