• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • domingo, 6 de dezembro de 2015

    À QUEIMA-ROUPA: Alberto Fraga, Deputado federal (DEM-DF)

    Alberto Fraga, Deputado federal (DEM-DF)

    Onde vai chegar esse processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff?
    Se o povo pressionar e for para as ruas e os parlamentares entenderem que aqueles que votarem contra o impeachment estão contra o povo, então a chance é muito grande.

    Acredita que o povo quer a saída da Dilma?
    Não tenho dúvida. Um percentual minúsculo da população quer a permanência dela, além dos pelegos do PT.

    Acha justo a presidente perder o mandato por ser impopular, como reclamam os petistas?
    Não é só rejeição. O processo está muito bem fundamentado por dois grandes juristas. Um deles, Hélio Bicudo, é fundador do PT. Há decisões do TCU que apontam que a presidente, do próprio punho, assinou decretos ilegais e assumiu dívidas que contrariam a Lei de Responsabilidade Fiscal. Cometeu crime de responsabilidade.

    A presidente Dilma fez pronunciamentos em que disse não ser desonesta e não ter contas no exterior...
    Ela também disse que nunca teve uma conduta desabonadora. Esqueceu que foi sequestradora, jogava bomba em quartéis.

    Se houve isso, não estaria superado com a Lei da Anistia?
    Só houve anistia para esses guerrilheiros que queriam implantar o comunismo e estão fazendo tudo o que combatiam como forma de se perpetuar no poder.

    Eduardo Cunha vai afundar? Vai perder o mandato e a presidência da Câmara?
    O Eduardo Cunha é a pessoa errada no lugar certo, fazendo coisas certas no lugar errado. Porém, se ele estivesse sendo julgado por alguma improbidade administrativa eu até diria que é um quadro, mas estão querendo cassar o mandato dele porque ele mentiu porque disse que não tinha conta na Suíça. Isso é uma hipocrisia. E ele não mentiu.

    O país vai parar?
    Como parar? Se só com esse processo de impeachment as bolsas aumentaram e as ações na bolsa subiram? Pelo contrário. A crise tem nome e sobrenome: Dilma Rousseff.

    A bancada do DF é majoritariamente a favor do impeachment?
    Com certeza. A única que vai votar contra é a Érika Kokay (PT). O Roney Nemer deve alguns favores ao Cunha e, com certeza, vai votar com ele. Do DF, haverá pelo menos seis votos.

    Por: Ana Maria Campos – Coluna “Eixo Capital” – Correio Braziliense – Foto/Ilustração: Blog - Google

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.