• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • terça-feira, 8 de dezembro de 2015

    À QUEIMA-ROUPA: Rogério Rosso (DF) - Líder do PSD na Câmara dos Deputados

    Rogério Rosso (DF) - Líder do PSD na Câmara dos Deputados

    Vai integrar a comissão do impeachment?
    A novidade dessas últimas horas foi a possibilidade de termos duas chapas disputando a formação da comissão especial do impeachment. Como líder da bancada, tenho a missão de atuar na integração e união dos deputados. Portanto, em se mantendo duas chapas, não vou participar da comissão.

    Há motivos para cassar o mandato da presidente?
    O  fator jurídico dessa questão é preponderante. Precisamos respeitar sempre a Constituição e trabalhar no fortalecimento das instituições democráticas. A Comissão especial é o fórum adequado para essa análise e precisamos aguardar os fatos, provas e considerações técnicas.

    Seu voto no processo de impeachment será sintonizado com o que espera a população do DF? A pressão popular vai afetar a sua posição?
    Por formação pessoal e profissional, jamais vou prejulgar alguém. Temos que observar o devido processo legal, a ampla defesa e o contraditório. Os interesses da população do DF e do País estão em primeiro lugar em qualquer votação no Congresso.

    O voto dos deputados do PSD será definido pela determinação de Gilberto Kassab ou será livre?
    Kassab é o grande líder do partido. Ele é leal às bandeiras do PSD e à bancada federal. O PSD é um partido da base do governo, porém vem demonstrando, ao longo do tempo, características e personalidade próprias, votando sempre favoravelmente às matérias importantes para o País.

    Na sua opinião, quem cai primeiro: a Dilma ou o Eduardo Cunha, da presidência da Câmara? Ou nenhum dos dois? Ou apenas um...
    Difícil prognóstico. Só Deus sabe essa resposta.

    Dentro ou fora da Câmara, a articulação de Eduardo Cunha será decisiva no processo de impeachment?
    Ele é o presidente da Câmara e tem forte influência em toda matéria que tramita na Casa.

    O PMDB ficará contra ou a favor de Dilma?
    Outro difícil prognóstico. Vivemos numa democracia e o voto é livre.

    Num caso de impeachment, o julgamento deve ser político ou técnico?
    Os dois.

    Por: Ana Maria Campos – Coluna”Eixo Capital” – Foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A.Press

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.