• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

    #EDUCAÇÃO » Rollemberg entrega prêmio a estudantes - Brasília de Ciência Tecnologia e Inovação

    O governador ressaltou a importância do Prêmio Brasília de Ciência, que desperta interesse na carreira cientíica

    O Prêmio Brasília de Ciência Tecnologia e Inovação – Estudante Destaque foi entregue ontem, no Palácio do Buriti, pelo governador Rodrigo Rollemberg. Participaram da disputa instituições de ensino fundamental, ensino médio e educação para jovens e adultos, que mostraram projetos desenvolvidos em feiras de ciências. Entre os escolhidos, estão uma casa ecológica e uma bateria orgânica feita a partir de batatas.

    “Esse projeto desperta a criatividade e o interesse na carreira científica, que é muito importante para o crescimento do país. Esses estudantes que estão aqui hoje são futuros médicos, engenheiros”, destacou o governador.

    Ao total, os projetos classificados em primeiro lugar receberam R$ 14,6 mil, cada um. O vencedor na categoria Ensino Fundamental foi o Microscópio Artesanal, criado por estudantes do Centro Educacional Vargem Bonita, que fica no núcleo rural do Park Way.

    O equipamento é acessível às escolas públicas e funciona por meio de um  laser que é refletido em uma gota d’água. Assim, o microscópio é capaz de aumentar a imagem mais de mil vezes. Os estudantes já fizeram análises de água do Lago Paranoá e regiões próximas à escola.

    O professor de biologia Leonardo Hatano, do Centro de Ensino Agrourbano Ipê, foi um dos coordenadores do projeto que deu à escola o primeiro lugar na categoria de Ensino Médio. Eles utilizaram uma tecnologia desenvolvida pela Administração Nacional da Aeronáutica e do Espaço (NASA), a superadobe – que foi desenvolvia para construir casas na lua. A técnica consiste em utilizar sacos de polipropileno com terra do próprio terreno em que a casa será construída para se fazer as paredes. Assim, a quantidade de emissão de poluentes ao meio ambiente é mínima.

    Para a estudante Rayssa Cavalcante, 18 anos, que cursa o 3º ano do ensino médio, os projetos ambientais da escola são fundamentais para a região. “Nós desenvolvemos essas soluções e aplicamos na própria comunidade. Minha família é uma das pioneiras na agricultura dessa área. Graças à escola,  levei para casa um minhocário, por exemplo”, disse.

    A Escola Meninos e Meninas do Parque, com sede no Parque da Cidade, que acolhe estudantes de várias faixas etárias e em situação de risco socioeconômico, foi a vencedora na categoria Educação de Jovens e Adultos. Os alunos desenvolveram uma bateria orgânica a partir de uma batata. “Com a escola, a vida deles se ilumina com o conhecimento. É isso que significa nosso projeto”, contou Elenice Felipe, professora de ciências e matemática e coordenadora do projeto.


    Fonte: Correio Braziliense – Foto: Gustavo Moreno/CB/D.A.Press 


    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.