• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

    Secretaria de Saúde compra 12 mil Kits de teste rápido para dengue

    No final de semana, as tendas instaladas em Brazlândia fizeram 237 testes, 87 confirmaram a doença

    No primeiro final de semana de atendimento nas Unidades de Atenção a Dengue, em Brazlândia, 87 pessoas tiveram o diagnóstico confirmado da doença. A iniciativa, que continuará até o término do período crítico, teve como objetivo agilizar o atendimento de pacientes com suspeita de terem sido picados pelo Aedes aegypti.

    A diretora das Urgências e Emergências da Secretaria de Saúde (Diure), Julister Maia, afirmou que no período em questão foram realizados 314 atendimentos, 274 exames e 237 testes para dengue. "Estamos atendendo pessoas de todos os locais de Brasília e a previsão é que até a próxima semana a ação chegue à cidade de São Sebastião".

    Em visita neste final de semana no local, o secretário da pasta, Fábio Gondim, acompanhou de perto alguns atendimentos e conversou com os profissionais que estavam de plantão na tenda.

    "O trabalho realizado cumpre o objetivo de desafogar a emergência do hospital e acelerar o atendimento de quem procura serviço de saúde de Brazlândia", disse o chefe da pasta, que ressaltou ainda a importância da partipação da população no combate ao mosquito. A meta da secretaria é visitar todas as 821 mil casas do Distrito Federal até o último dia de fevereiro.

    Trabalharam no sábado (13), seis médicos, dentre eles quatro policiais militares, sendo dois do Corpo de Bombeiros. Já no domingo (14), sete servidores da Secretaria de Saúde prestaram atendimento. "A gratidão das pessoas que foram atendidas foi a maior recompensa que poderíamos querer", afirmou a diretora. Fato comprovado pela moradora de Taguatinga Norte, J.R., que emocionada disse que conseguiu ser atendida apenas por causa dessa ação.

    Julister explicou que a ideia da pasta é que o atendimento de porta nos hospitais volte ao normal assim que possível. "Essa medida que tomamos foi uma forma emergencial, mas nossa meta é retomarmos com o atendimento de porta com o funcionamento normalizado em todos os hospitais de Brasília", explicou. Segundo ela, com o fim do período de chuva, previsto para março, essa situação será amenizada.

    TESTES- A falta de kits para a realização de testes para a detecção da dengue não será problema. O subsecretário de Administração Geral, Marcelo Nóbrega, afirmou que a secretaria comprou 12 mil unidades, que começarão a ser entregues a partir desta semana.

    Em uma das tendas, de 33 metros quadrados, é feito o atendimento primário, com avaliação clínica, que servirá como uma triagem para descobrir se a pessoa está com dengue, zica ou chikungunya. Nesses dois últimos casos, os pacientes serão redirecionados ao hospital. Nas outras duas barracas, de 33 e de 44 metros quadrados, é feito o teste rápido e o hemograma, além de dez leitos com suporte para soro.



    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.