• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • segunda-feira, 14 de março de 2016

    Projeto da Embrapa para o parque tecnológico do DF é apresentado ao governador

    O presidente da Embrapa, Maurício Lopes, foi o responsável pela apresentação

    Ideias foram expostas pelo presidente da empresa, Maurício Lopes, em encontro no Palácio do Buriti

    As ideias da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) para o parque tecnológico a ser constituído no Distrito Federal foram apresentadas ao governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, e a integrantes do governo em encontro na manhã desta segunda-feira (14) no Salão Nobre do Palácio do Buriti.
    O Parque Tecnológico Capital Digital foi criado por lei em 2002. A ideia do governo é que uma área de 1,2 milhão de metros quadrados entre a Granja do Torto e o Parque Nacional de Brasília seja ocupada por instituições que desenvolvam projetos de ciência e tecnologia.
    O presidente da empresa, Maurício Lopes, foi o responsável pela apresentação de hoje. "Queremos compor uma grande plataforma dedicada ao desenvolvimento de pesquisa e inovação para agricultura no Brasil", disse ele, ao explicar que se trata de um processo de integrar unidades da Embrapa e parceiros públicos e privados. "Gostaríamos que Brasília se tornasse o grande centro dessa aliança."
    O foco da plataforma está na agricultura e na bioeconomia — forma de economia sustentável — com conexão para outras áreas do conhecimento, como saúde e tecnologia da informação.
    Rodrigo Rollemberg disse entender a grande vocação de Brasília para a área de biotecnologia (parte da bioeconomia). "Não tenho dúvida que, a partir do momento em que começam a ser instaladas empresas com determinadas capacidades, isso por si só passa a ser um estímulo para que outras se interessem em vir", destacou.
    Participaram da reunião o chefe da Secretaria de Negócios da Embrapa, Vitor Hugo de Oliveira; o chefe da Casa Civil, Sérgio Sampaio; os secretários de Fazenda, João Antônio Fleury, de Economia e Desenvolvimento Sustentável, Arthur Bernardes, e da Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, José Guilherme Leal; o secretário-adjunto de Ciência, Tecnologia e Inovação da Casa Civil, Oskar Klingl; o secretário-adjunto de Planejamento e Orçamento da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão, Renato Brown; o secretário-adjunto de Gestão Administrativa da pasta de Planejamento, Alexandre Ribeiro; os diretores-presidentes da Fundação de Apoio à Pesquisa, Ivone Resende Diniz, e da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento, Paulo Salles; o subsecretário de Desenvolvimento Científico e Tecnológico da Casa Civil, Mauro Carneiro; o diretor da Agência de Desenvolvimento (Terracap) Júlio César de Azevedo Reis; o consultor jurídico do DF, René Rocha Filho; o presidente da Federação das Indústrias do DF, Jamal Jorge Bittar; e o reitor da Universidade de Brasília, Ivan Camargo.


    Por: Samira Pádua, da Agência Brasília - Foto: Tony Winston/Agência Brasília

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.