• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • quarta-feira, 20 de abril de 2016

    #GDF troca secretário de Justiça e, anuncia eleição para administradores - (novos nomes em administrações)

    Governador Rodrigo Rollemberg durante anúncio no Planalto do Buriti (Foto: Renato Araújo/Agência Brasília)

    Marcelo Lima substitui Guilherme Abreu, que estava no cargo desde fevereiro. Regra ao pleito dos gestores regionais será divulgada na próxima semana.

    O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, anunciou nesta quarta-feira (20) a troca do secretário de Justiça. Marcelo Lourenço Coelho de Lima assume a vaga de Guilherme Rocha Abreu, que estava no cargo desde 23 de fevereiro, quando João Carlos Souto foi exonerado após a segunda fuga no complexo da Papuda em 20 dias.

    Marcelo Lima é uma indicação da deputada distrital Sandra Faraj (SD). Ela afirmou que vinda dele para a pasta não tem relação com "promessa de fidelidade em votações". “Já faço parte da base do governo desde o início do governo. Não estou vindo da oposição para o governo. Ele é um dos nomes que faziam parte da minha equipe”, disse a parlamentar.

    O novo secretário de Justiça é especialista em formulação de políticas públicas e planejamento estratégico e também em negociação e gerenciamento de conflitos. Ele já foi subsecretario de Avaliação e Gestão da Informação, da antiga Secretaria de Assistência Social e Desenvolvimento Humano. Com a mudança, Guilherme Abreu volta para a chefia de gabinete da Casa Civil, onde atuava até fevereiro.

    Também nesta quarta, o governador Rodrigo Rollemberg prometeu enviar até o fim da semana que vem o projeto que prevê votação direta para administradores regionais. A medida é uma promessa de campanha do governador. “No nosso entendimento, esse é um desejo da população. Queremos abrir esse debate com a Câmara Legislativa e a população de Brasília. E tenho a convicção de que a chance de isso passar é muito grande.”

    “Eu acredito que isso tem que ser estudado porque o adminsitrador não tem que ser apenas uma indicação popular. Tem que ter também um perfil técnico, tem que ter condição de gestão porque vai atender a base, o povo lá na ponta”, avaliou Sandra Faraj. “Não sei se ele vai ser bem aceito pela Câmara.”

    Mudanças na gestão

    Rollemberg também anunciou a criação da secretaria-adjunta de Assuntos Legislativos, vinculada à Casa Civil. A pasta será chefiada por José Flávio de Oliveira, que ficará responsável pelas negociações entre o GDF e os deputados distritais. Até então, a função era exercida pelo secretário-adjunto de Relações Institucionais e Sociais, Igor Tokarski – que cuida agora somente do contato com sindicatos e o setor produtivo.

    Houve mudança nas administrações regionais. O novo administrador do Lago Norte e do Varjão é Marcos Woortmann – ele já era responsável pela região, mas tinha se afastado do cargo para fazer capacitação nos Estados Unidos.

    Alessander Carregari Capalblo era chefe de gabinete da administração do Paranoá e vira administrador do Itapoã. No Paranoá, o novo titular é Roberto Charles Bezerra, que era assessor parlamentar da Câmara Legislativa. Eles entram no lugar de Eduardo Rodrigues da Silva, que vai trabalhar no gabinete do governador com o objetivo de reforçar a articulação entre o GDF e as administrações.

    O Lago Sul e o Jardim Botânico serão chefiados por Alessandro Paiva, que antes trabalhava na Governadoria. Em Samambaia, assume Paulo Antônio da Silva, antigo chefe de gabinete do local. O SIA passa a ser chefiado interinamente pelo administrador regional do Guará, André Brandão.

    O vice-governador, Renato Santana, fica responsável de forma interina pelo Riacho Fundo I, no lugar de Antônia Edileuza Lima. Ele também está no comando de Vicente Pires interinamente. Ao todo, o GDF fica com 23 administradores regionais, responsáveis pelas 31 administrações.



    Gabriel Luiz - Do G1 DF


    VEJAS OS NOMES DOS NOVOS ADMINISTRADORES

    Por Paula Oliveira e Gabriela Moll – A Secretaria de Justiça e Cidadania tem novo titular. O gestor público Marcelo Lourenço Coelho de Lima assume a pasta, que estava sendo comandada interinamente por Guilherme Rocha de Almeida Abreu desde 23 de fevereiro. Abreu será mantido como chefe de gabinete da Casa Civil, Relações Institucionais e Sociais.

    O anúncio foi feito pelo governador Rodrigo Rollemberg em entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira (20), quando ele também informou alterações no comando de sete administrações regionais e a criação da secretaria-adjunta de Assuntos Legislativos, vinculada à Casa Civil, sob o comando de José Flávio de Oliveira. Com isso, a pasta passa a ter quatro secretarias-adjuntas: a da Casa Civil, com Fábio Rodrigues Pereira, a de Relações Institucionais e Sociais, com Igor Tokarski, e a de Ciência, Tecnologia e Inovação, com Oskar Klingl.
    No Riacho Fundo I, o vice-governador Renato Santana será interino no lugar de Antônia Edileuza Lima. No Lago Norte e no Varjão, Marcos Woortmann reassume o cargo que havia deixado em agosto de 2015 para participar de uma capacitação nos Estados Unidos. Chefe de gabinete da Administração Regional do Paranoá, Alessander Carregari Capalbo deixa o posto para se tornar administrador regional do Itapoã. O Paranoá também terá novo titular: Roberto Charles Bezerra, até então assessor parlamentar na Câmara Legislativa.
    A gestão do Lago Sul e do Jardim Botânico ficará a cargo de Alessandro Paiva, que deixa o cargo na Governadoria para assumir o compromisso. Em Samambaia, a gestão ficará com Paulo Antônio da Silva, antigo chefe de gabinete. O administrador regional do Guará, André Brandão, assume interinamente o SIA.
    Perfis dos novos titulares - SECRETÁRIO DE JUSTIÇA
    Marcelo Lourenço Coelho de Lima
    Com 42 anos, o mineiro de Belo Horizonte é especialista em formulação de políticas públicas e planejamento estratégico, negociação e gerenciamento de conflitos, tem MBA em gestão pública e responsabilidade fiscal e cursou liderança estratégica inclusiva na Catalyst University, nos Estados Unidos. Em Brasília desde 1982, foi coordenador e consultor especial do governo local para formulação do plano para assuntos da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal (em 2007), diretor de marketing da Federação de Desporto Aquático do DF e consultor da Fundação Jacques Cousteau do Brasil. Atuou na Câmara Legislativa e foi subsecretário de Avaliação e Gestão da Informação da antiga Secretaria de Assistência Social e Desenvolvimento Humano.
    ADMINISTRADORES REGIONAIS
    ITAPOÃ
    Alessander Carregari Capalbo
    Licenciado em filosofia pela Arquidiocese de Brasília e graduado em teologia pela Faculdade Evangélica, Capalbo foi padre por 14 anos e atuou como pároco no Paranoá. Nascido em Jaboticabal (SP), mudou-se para o Distrito Federal em 1993. Aos 41 anos, exerce, desde fevereiro de 2015, o cargo de chefe de gabinete da Administração Regional do Paranoá.
    LAGO NORTE E VARJÃO
    Marcos Woortmann
    Gaúcho de Novo Hamburgo, tem 33 anos e veio para o Distrito Federal em 1984. Desde então, morou a maior parte do tempo no Lago Norte. Em 2011, 2012 e 2015, exerceu o cargo de administrador na região. Oriundo dos movimentos sociais, Woortmann é bacharel em ciência política e mestre em direitos humanos.
    LAGO SUL E JARDIM BOTÂNICO
    Alessandro Fabrício Clemente Paiva
    Morador do Lago Sul durante 13 anos, Paiva, de 42 anos, nasceu em Formosa (GO) e logo mudou-se para Brasília. Atuou na Casa Civil, Relações Institucionais e Sociais em 2015 e, neste ano, na Governadoria. Faz parte da organização não governamental Parceiros da Escola, que reúne cerca de 5 mil jovens voluntários para reformar instituições do Distrito Federal em parceria com a iniciativa privada. Alessandro Paiva é empresário da área da construção civil.
    PARANOÁ
    Roberto Charles Bezerra
    Nasceu e foi criado no Paranoá. Tem 40 anos e atua como produtor cultural, líder comunitário na região e vice-presidente da Associação dos Feirantes. Foi assessor parlamentar na Câmara Legislativa do Distrito Federal.
    SAMAMBAIA
    Paulo Antônio da Silva
    Natural de Martinópolis (SP), tem 45 anos. Ingressou na carreira pública em 2005, quando foi eleito vereador em Valparaíso (GO). Atuou como secretário de Governo e Comunicação Social naquele município, secretário-adjunto de Esporte no Distrito Federal e, desde 2015, como chefe de gabinete da Administração Regional de Samambaia.
    SIA
    André Brandão (interino)
    O brasiliense de 34 anos é administrador regional do Guará e acumulará o comando das duas administrações. É formado em engenharia elétrica com ênfase em computação e tem pós-graduação em administração pública e engenharia de produção. Atuou na Câmara Legislativa, na Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal e na Centrais de Abastecimento (Ceasa-DF).
    SECRETÁRIO-ADJUNTO DE ASSUNTOS LEGISLATIVOS
    José Flávio de Oliveira
    Advogado, tem 63 anos e acumula experiência no governo do Distrito Federal como chefe da Assessoria Parlamentar de 1985 a 1990, secretário-adjunto da Casa Civil em 1990 e secretário para Assuntos Parlamentares de 1999 a 2006. Exerceu também funções de chefe de gabinete e de secretário-executivo na Câmara Legislativa, onde atuou em 2015.

    Blog do Callado

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.