• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • sábado, 21 de maio de 2016

    Proposta de Liliane Roriz deve gerar economia de R$ 11 milhões ao GDF

    Deputada reuniu aliados na Câmara e destinou emendas para digitalização de exames na rede pública de saúde que deve estar instalada já em agosto

    O pontapé inicial dado pela vice-presidente da Câmara Legislativa, deputada distrital Liliane Roriz (PTB), para digitalizar os exames feitas na rede pública de saúde do DF não apenas serviu para melhorar o atendimento aos pacientes, mas vai gerar economia prevista em torno de R$ 11 milhões aos cofres do Distrito Federal. Em 2015, Liliane conseguiu, juntamente com o bloco de deputados do qual fazia parte na Casa -, destinar R$ 27 milhões em emendas para a digitalização do sistema. Agora, o GDF está prestes a instalar a digitalização da rede.

    Liliane comemorou a ação do GDF. “Fico muito feliz que o governo tenha sido sensível a essa questão. Com a digitalização, os pacientes que usam a rede pública serão beneficiados, pois será possível acessar prontuários e resultados de exames em qualquer unidade de saúde onde ele procurar atendimento”, destaca Liliane.

    Em reportagem do Portal de Notícias G1, o secretário de Saúde, Humberto Fonseca, também ressaltou a importância da digitalização. “A digitalização trará diversos benefícios: substituiremos os reveladores, que são antigos e quebram com frequência, as imagens poderão ser acessadas de qualquer ponto da rede, os exames poderão ser laudados à distância, o que gera novas possibilidades de melhorias de gestão e de racionalização de recursos, além de se tratar de uma medida em linha com a sustentabilidade, uma vez que não teremos mais que comprar os filmes para revelação”, disse o secretário.

    Desde que o valor havia sido destinado, Liliane Roriz tem acompanhado e cobrado do governo a instalação da digitalização dos exames da rede. Com isso, os pacientes do Distrito Federal terão acesso aos resultados de raio X, mamografias, radioterapias e ressonâncias magnéticas,  disponíveis em computadores – não sendo mais necessária a impressão. “O filme que revela os resultados desses exames é caríssimo e o governo paga em dólar”, lembrou a deputada. De acordo com o GDF, a previsão é de que a digitalização já deve estar implantada a partir de agosto. De acordo com a secretaria, em 2015 foram feitas 39.110 ressonâncias magnéticas e 735.471 exames de raio X na rede pública.

    Embora o valor em emendas destinadas tenha sido de R$ 27 milhões, o pregão para compra dos equipamentos custou apenas R$ 10 milhões e aconteceu em dezembro. “A secretaria trabalhou bem, pois além de entender que era importante digitalizar o sistema para gerar economia aos cofres do governo, ainda conseguiu economizar na compra dos equipamentos”, comemorou Liliane Roriz.

    Faziam parte do Bloco Força do Trabalho – cujo total em emendas disponibilizadas para este fim foi de R$ 27 milhões – os deputados Liliane Roriz, Raimundo Ribeiro, Juarezão, Telma Rufino e Agaciel Maia.


    Ascom deputada Liliane Roriz

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.