• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • quarta-feira, 22 de junho de 2016

    Jaime Recena assume PSB no Distrito Federal*

    O jornalista toma posse no cargo em cerimônia realizada nesta quarta-feira, a partir das 19h30, na Fundação João Mangabeira

    A Executiva Regional Socialista do Distrito Federal possui novo presidente. Até então vice-presidente da sigla, Jaime Recena assumirá definitivamente o PSB do Distrito Federal em substituição a Fúcio Moura, que renunciou ao cargo. A cerimônia está marcada para esta quarta-feira, às 19h30, na Fundação João Mangabeira (SHIS QI 05 conjunto 02 casa 02 – Lago Sul).

    Atualmente secretário-adjunto de Turismo do Distrito Federal, Recena é jornalista e possui 35 anos. Assumiu a pasta do Turismo no início da gestão do governador Rodrigo Rollemberg (PSB), em janeiro de 2015, com o discurso alinhado às principais demandas do setor.

    Jaime Recena entrou para o ramo empresarial aos 18 anos e, desde então, sempre esteve envolvido em atividades relacionadas à profissão. Atuou nos segmentos de comunicação e gastronomia, presidiu a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes e o Convention & Visitors Bureau.

    Com o trabalho realizado e reconhecido no comando das entidades se aproximou da política, em 2008, e se filiou ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), quando passou a militar pelas bandeiras socialistas da juventude. Pelo partido, disputou as cadeiras de deputado distrital, em 2010, e deputado federal, em 2014 e foi 2º vice-presidente regional da sigla. Em 2012, assumiu o comando da Administração do Lago Norte, também no Distrito Federal.

    Entre as metas de sua gestão, Recena defende a maior participação das mulheres no partido, “acima de quotas estabelecidas por lei”, e a maior aproximação da militância nas decisões da executiva regional e também manter o diálogo aberto com outras siglas partidárias.

    Outra bandeira fortemente defendida pelo novo presidente é a importância da atuação de jovens na administração pública. “É essencial para estimular uma geração que está desencantada com a política. Acredito na militância feita de forma democrática e transparente. Se não tivermos pessoas jovens imbuídas desse espírito, o país perde muito.”


    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.