• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • sábado, 23 de julho de 2016

    Disney no cerrado. Empresários articulam criação do parque no DF

    Iniciativa vem sendo discutida desde 2013 e foi apresentada, nesta quarta-feira (20/7), durante o lançamento de uma comissão vinculada à Fecomércio para estimular a economia local

    Atire a primeira pedra quem nunca sonhou em conhecer os parques temáticos da Disney. Quem já teve a oportunidade de visitar as atrações nos Estados Unidos costuma guardar com carinho as lembranças da terra do Mickey. Aqueles que não conseguiram realizar esse desejo, seja pela distância ou questão financeira, agora, vão poder voltar a sonhar. O motivo? Empresários de Brasília querem trazer a Disney para o Distrito Federal.

    Desde 2013, eles se reuniram por três vezes com o responsável pela expansão da marca Disney para o mundo, Chris Lowe, e representantes da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio) para discutir a iniciativa. Nesta quarta-feira (20/7), o tema voltou à pauta durante encontro com o governador Rodrigo Rollemberg (PSB).

    Na ocasião, empreendedores do DF lançaram a Câmara Especial de Articulação de Projetos Estruturantes para tentar estimular iniciativas e diminuir o impacto da crise na economia local. Na lista das propostas apresentadas, a instalação de um parque da Disney na capital figurou entre as ideias de maior interesse do grupo. Onde a estrutura seria erguida, no entanto, ainda é um mistério.
    “A capital da República é uma cidade em desenvolvimento e oferece benefícios fiscais para os setores de serviços e indústria limpa, principalmente de tecnologia. Ter essa visão pode ser de grande importância para o Brasil. A parceria com a Califórnia vai gerar bons frutos, principalmente, pelo interesse dos americanos em trazer a Disney para a nossa cidade”, ressalta o responsável pelo diálogo com os investidores da empresa, Jânio Rodrigues, da empresa Th Engenharia Ltda.
    Além do parque, projetos de mobilidade urbana, a criação de uma cidade aeroportuária e de um Parque Tecnológico de Agricultura Tropical também foram apresentados pela câmara. Rollemberg se mostrou interessado nas propostas. Ele disse que o GDF poderá abrir mão de impostos para atrair esses mercados. Segundo o governador, a elaboração de polos como esses desenvolverá a cidade e atrairá mais turistas brasileiros e estrangeiros para Brasília.
    A câmara, lançada nesta quarta (20), é ligada à Fecomércio e reunirá diferentes setores produtivos da cidade, além do setor financeiro, organizações internacionais e órgãos públicos. “Brasília está na rota dos grandes investidores nacionais e internacionais. Existem grupos interessados em aproveitar a renda per capita elevada da população brasiliense, a posição geográfica privilegiada da cidade e o alto índice de desenvolvimento humano presente no DF. Por isso, é necessário trabalhar em conjunto para viabilizar esses investimentos”, argumentou o presidente da federação, Adelmir Santana.

      Fonte: Leticia Carvalho – Foto: Disney/Divulgação - Metrópoles

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.