• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • terça-feira, 5 de julho de 2016

    Rollemberg visita instalações do Datacenter do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal

    O governador Rollemberg visita instalações do Datacenter do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal. Foto: Dênio Simões/Agência Brasília

    "O complexo funciona na área destinada ao Parque Tecnológico e é administrada por meio de parceria público-privada"

    O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, visitou na tarde desta segunda-feira (4) as instalações do Datacenter do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal. O complexo funciona na área destinada ao Parque Tecnológico Capital Digital, próximo à Granja do Torto. A intenção foi conhecer o modelo de gestão no local e acumular experiência para futuras parcerias na expansão do parque.

    O Datacenter é formado por vários prédios que guardam tecnologia da informação das duas maiores instituições financeiras públicas do País. O modelo é administrado por meio de uma parceria-público privada (PPP) desde 2013. Como o governo de Brasília tem a intenção de convidar a iniciativa privada para expandir o parque, a gestão do Datacenter pode ajudar na elaboração do plano de administração para o restante do espaço.

    “Viemos conhecer o modelo de negócios que permitiu essa implementação enquanto avançamos na consolidação do nosso modelo. Temos a convicção que até o fim do ano começaremos a buscar parceiros para a tornar o Parque Digital uma realidade”, afirmou o governador.
    Situado entre a Granja do Torto e o Parque Nacional de Brasília, o complexo foi concebido para receber empresas de tecnologia e tem área de 1,2 milhão de metros quadrados. Além do Datacenter, o espaço conta apenas com uma subestação de energia da Companhia Energética de Brasília (CEB). A intenção do Executivo é atrair empreendimentos nas áreas de informática e de biotecnologia — com a liderança da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa)— além de desenvolver energias alternativas.
    A empresa escolhida no processo de PPP vai ter a responsabilidade de levar infraestrutura ao local, como asfalto, ligação das redes de luz e de esgoto, estacionamentos e construção de espaços de uso comum. A administração do parque também ficará sob a gestão do parceiro privado do governo.
    Abertura de editais de chamamento público
    O governo autorizou em 9 de novembro de 2015 a abertura de editais de chamamento público convidando pessoas físicas e jurídicas para apresentar projetos de gestão compartilhada do Parque Tecnológico Capital Digital e de mais oito equipamentos públicos.

    Galeria de Fotoshttps://goo.gl/dJYVYD 


    Edição: Paula Oliveira – Saulo Araújo – Agência Brasília

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.