• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • sexta-feira, 25 de novembro de 2016

    Rampa Acústica do Parque da Cidade receberá o Rock na Ciclovia



    Legião Urbana faz apresentação no palco do Rock da Ciclovia 
     
    Secretaria Adjunta de Turismo reativa espaço com projeto que ajudou a popularizar bandas como Plebe Rude e Legião Urbana na década de 1980

    Brasília, 24 de novembro de 2016 – O Rock na Ciclovia retorna neste domingo (27), das 11 às 20 horas, em sua 12ª edição em um local bastante conhecido do público que costumava frequentar, ainda na década de 1980, o projeto cultural Cabeças, que reunia gratuitamente música, teatro, dança, artes plásticas, poesia, entre outros locais, na Rampa Acústica do Parque da Cidade Dona Sarah Kubistchek.

    A Secretaria de Turismo reativou o local, que estava ocioso, especialmente para o evento. O Rock na Ciclovia acompanha a linha do Turismo Criativo de Brasília, projeto da Pasta que propõe a priorização de roteiros turísticos que consideram o valor histórico e estético da capital, indo além da programação cívica tradicional.

    "Pensando em Brasília como celeiro de grandes músicos do País, nós retomamos um local icônico para a cena musical da cidade com um projeto antigo, que abriu espaço para o movimento cultural daquela época. Tanto os brasilienses quanto os turistas poderão se divertir com o Rock na Ciclovia", explica o secretário-adjunto de Turismo, Jaime Recena.

    O rock brasiliense virou Patrimônio Cultural Imaterial da cidade, de acordo com lei publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), em 29 de fevereiro de 2016, por ser um berço musical de artistas que são referências para o gênero como Legião Urbana, Cássia Eller e Capital Inicial. Com o intuito de resgatar essa vocação da capital em revelar talentos, o Rock na Ciclovia está de volta.

    Além das oito bandas locais que se revezarão no palco do evento, o público poderá conhecer o recente trabalho do fotógrafo Nick Elmoor. A pocket exposição Além da Linha, que também resultou em um livro com mesmo nome, reúne uma série de fotografias em preto e branco, de Brasília refletiva em poças d'água de chuva. Tudo feita pela câmera do celular.

    A programação ainda inclui espaços infantil e gastronômico, com a presença de 15 food trucks. Para os receosos em sair de casa no período de chuva pode comemorar: mesmo sendo ao ar livre, a Rampa Acústica é protegida das variações do tempo.

    Rock na Ciclovia – História
    O Rock na Ciclovia começou em 1982, por iniciativa dos integrantes da Plebe Rude, que contemplaram na iniciativa a chance para novos artistas da capital se apresentarem em shows ao ar livre, além de ser mais uma alternativa de lazer para os jovens da época. Nesse projeto, Renato Russo se apresentou sozinho na fase como Trovador Solitário e, mais para frente, com a Legião Urbana.

    "Queremos fomentar o turismo em Brasília por meio do rock e os shows ao ar livre e de dia são os mais bacanas. A ideia é recriar o clima daquela época, abrindo um palco democrático para as bandas autorais da capital. Hoje parece que a Capital do Rock foi se tornando a Capital do "cover", sem lugar para bandas novas nas casas noturnas da cidade", avalia o vocalista da Plebe Rude, Philippe Seabra, um dos realizadores da iniciativa.

    O projeto voltou em 2014, com as quatro primeiras edições sendo realizadas no mesmo local de início, na entrada do Lago Norte, passando em seguida para o Eixão Norte (na altura da 115) e o estacionamento 4 do Parque da Cidade. Nesse período mais de 60 artistas autorais se apresentaram no projeto.

    Rock na Ciclovia
    Dia 27 de novembro (domingo), das 11 às 20 horas.
    Rampa Acústica (Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade)
    Entrada gratuita.

    Bandas que se apresentarão:
    - Delta Boy Walt
    - Pollyanna is Dead
    - Anillá
    - Haynna e os Verdes
    - Mariana Camelo
    - Caos Lúdico
    - Calvet
    - Verônica Não Veio



    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.