• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • sexta-feira, 7 de julho de 2017

    Temporada dos ipês roxos enfeita Brasília

    Ipê roxo floresce na Asa Norte, em Brasília (Foto: Neila Almeida/G1) - Em todo DF são 700 mil pés de ipês, diz Novacap. Após a temporada dos ipês roxos, vem os rosas, amarelos, brancos e verdes.

    temporada dos ipês já começou. Em tempos seca e temperaturas baixas no Distrito Federal o colorido das flores se destaca e contrasta com o azul do céu. A todo momento as pessoas param para fotografar as árvores que embelezam a capital do país.

    São cerca de 700 mil pés de ipês espalhados pelo DF. Apesar de alguns ipês-rosa já estarem florescendo, os característicos dessa época são os roxos, explicam os técnicos da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do País (Novacap).

    "Por possuirem uma tonalidade mais clara, eles podem ser facilmente confundidos com os rosas, porém, a floração destes só se inicia a partir de agosto", diz a Novacap.

    A aposentada Virgínia Miranda estava passando pela comercial da 206 Sul, no Plano Piloto, nesta quinta-feira (6) e parou o carro para fazer uma foto.
    Moradora de Brasília fotografa ipê roxo na 206 Sul (Foto: Neila Almeida/G1)

    “Não podemos perder esses momentos, eu não resisti, parei e fotografei”.

    Ipê roxo enfeita superquadra 209 Sul, em Brasília (Foto: Neila Almeida/G1)

    Ana Paula Santos é dona de uma banca de revistas na 208 Sul que fica ao lado de um pé de ipê. Ela conta que todo dia enxerga alguém parando para fotografar.

    “É caminhando, de bicicleta, de carro. Todo mundo para e fotografa."

    Vanda Amaral mora em Minas Gerais, a passeio no DF ela também não resistiu. "Em Minas eu praticamente não vejo ipês. Estou aproveitando o passeio para fotografar, é bonito demais", disse a mineira.
    Ipê roxo no Eixão Norte, em Brasília (Foto: Neila Almeida/G1)

    O ipê é uma árvore típica do cerrado e já existia na região antes da construção de Brasília. Eles florescem entre junho e outubro seguindo a sequência de cores roxo, rosa, amarelo, verde e branco.

    Nativa do cerrado, a planta está presente em locais com temperaturas entre 18 °C e 26 °C e leva até 20 anos para desenvolver os troncos tortuosos com casca grossa. A altura pode variar entre 8 e 20 metros, e as copas coloridas duram uma semana, segundo a umidade do local.




    Por G1 DF

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.