• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • segunda-feira, 7 de agosto de 2017

    Igrejas de Brasília: a #Fé vista do alto

    Veja imagens deslumbrantes e conheça um pouco da história de algumas das mais belas igrejas construídas no Distrito Federal

    Por: Hellen Leite (textos) - Breno Fortes (vídeos e fotos) 

    Colunas, vitrais coloridos, imagens sagradas. Os detalhes que compõem uma igreja costumam ter forte razão para estar ali. São formas que revelam, visualmente e simbolicamente, a história, a memória e a crença de cada povo ou grupo que se uniu sob determinados princípios. Que dão forma a histórias de fé e concretizam sentimentos e valores.

    Para alcançar tal resultado, artistas e arquitetos lançam mão da beleza para, mais do que impressionar os seguidores, ajudá-los a se conectar espiritualmente. O que encanta os olhos também preenche os corações, como provam obras eternas. Caso da Capela Sistina, no Vaticano.

    As igrejas de Brasília não fogem à regra. Desde que Oscar Niemeyer começou a projetar a Catedral Metropolitana, em 1958, o Planalto Central começou a ser presenteado com diversos desses locais especiais, muitos deles verdadeiras joias da arquitetura que merecem ser admiradas por pessoas de qualquer fé.

    Difícil foi selecionar apenas alguns para que o fotógrafo do Correio Breno Fortes os visitasse e revelasse sua beleza por um ângulo do qual poucos podem apreciar: do alto, graças à ajuda de um drone. Um passeio que vale a pena ser feito.

    Catedral Metropolitana de Brasília
    Há quem ache que fé e modernidade são palavras contraditórias, mas a Catedral, dedicada à Nossa Senhora Aparecida, bem no centro do poder, prova que não. Formada por arcos adornados por vitrais brancos e azuis e circundados por um espelho d’água, trata-se de um dos primeiros monumentos erguidos em Brasília e uma das obras mais importantes de Oscar Niemeyer. Vista do alto, é uma estrela. Observada de longe, revela-se como uma flor de concreto e vidro.

    Ermida Dom Bosco
    Se o assunto é vista deslumbrante, a Ermida Dom Bosco, no Lago Sul, não pode ser esquecida. A pequena capela, projetada por Oscar Niemeyer e construída para celebrar a profecia feita sobre a construção de Brasília pelo santo que lhe dá nome, fica em um dos locais mais bonitos da capital, que costuma deixar brasilienses e turistas maravilhados. O templo é um mirante que vale ser visitado tanto por sua importância histórica quanto pelo prazer visual que proporciona.

    Santuário Menino Jesus de Praga
    As dimensões do Santuário Menino Jesus de Praga, em Brazlândia, é de deixar qualquer fiel impressionado. A nave principal tem capacidade para acolher 10 mil pessoas, três pavimentos e uma torre frontal com 50m de altura, ladeada por outras duas de 36m. Outro destaque da igreja, que se destaca imponente entre casas residenciais da cidade a 51km do Plano Piloto, está o maior quadro em alto-relevo do mundo, que retrata a Santa Ceia e fica atrás do grandioso altar.

    Santuário de Schoenstatt
    O Santuário da Mãe Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt é um pequeno tesouro escondido no norte do Distrito Federal. A arquitetura da igreja é de uma simplicidade encantadora, com paredes brancas, janelas de vitrais coloridos e sino no topo. Por dentro, é pequena e acolhedora, comportando apenas 40 pessoas. Do lado de fora, porém, são 70 mil metros quadrados de área construída. O santuário fica na DF-001, pouco depois da Torre Digital.

    Catedral Militar Rainha da Paz
    Localizada perto do Setor Militar Urbano, a Catedral Rainha da Paz pertence ao Ordinário Militar do Brasil. Construída a partir da estrutura de palco montada para receber o então papa João Paulo II, em outubro de 1991, e sem outras edificações ao redor, essa outra obra-prima de Oscar Niemeyer se destaca no Eixo Monumental Oeste, com seu formato de barraca de campanha.

    Capela São Francisco de Assis
    A Capela São Francisco de Assis, no Gama, é, em si mesma, a confirmação do mistério da fé. A igreja, conhecida carinhosamente como Capelinha do Vale, se levanta majestosa, no alto de uma serra, na Ponte Alta. Para chegar lá, saindo da Asa Sul, são 33km por uma estrada íngreme e bem conservada. No topo de uma pequena colina, cercada de morros e largo horizonte, está a capela considerada uma das igrejas mais bonitas do Distrito Federal.


    (*) Hellen Leite (textos) - Breno Fortes (vídeos e fotos) - Correio Braziliense

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.