• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • terça-feira, 1 de setembro de 2015

    #POPULAÇÃO » Brasília é a quinta maior metrópole

    Em um ano, a população de Brasília aumentou em 62.458 pessoas

    Longe dos 500 mil habitantes imaginados por Lucio Costa, Brasília se tornou a quinta maior metrópole brasileira. O crescimento é comprovado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que, anualmente, mapeia os municípios para que o Tribunal de Contas da União (TCU) divida os repasses de dinheiro do governo federal para as cidades. O Distrito Federal registrou uma população de 2.914.830 moradores em julho deste ano. A população é 2,19% superior ao índice registrado no mesmo período do ano passado. Segundo a pesquisa, a capital federal teve aumento de 62.458 habitantes em 12 meses.

    Para Michella Paula Cechinel Reis, analista em informações estatísticas e geográficas do IBGE, os migrantes vêm à capital federal atraídos pela alta renda per capita. “A oferta de emprego ainda é um grande atrativo, e essa realidade deixa as pessoas confortáveis para virem para cá. Mas o governo precisa ter atenção com o alto crescimento e investir nos serviços públicos”, alerta a pesquisadora. Os Estados que mais têm exportado gente para o DF são Goiás e Minas Gerais, de acordo com a pesquisa do IBGE.

    A chegada de mais força de trabalho ao Planalto Central transformou Brasília em uma das mais importantes regiões integradas de desenvolvimento (Ride) do país, atrás apenas de grandes polos industriais, como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre. “Esse é um crescimento relevante, e tem que ser levando em conta no planejamento, nas ações e nas políticas públicas do governo”, frisa Michella.

    Apesar dos dados do IBGE, a Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan) tem uma projeção mais pessimista. Segundo a autarquia do Executivo local, o crescimento demográfico vive uma escala de desaceleramento nos últimos anos. “Não é nenhum dado que cause alarde. Mesmo com o índice estando acima da média do país, está em um processo de desaquecimento”, explica Mônica França, coordenadora do núcleo de estudos populacionais do GDF.

    Atualmente, o fluxo migratório do DF é o dobro do de Goiás e 12 vezes maior que o de São Paulo, por exemplo. Um estudo da agência financeira norte-americana Bloomberg, de julho deste ano, pesquisou as 40 cidades com maior crescimento do mundo. Brasília ficou na sétima colocação na proporção da população por metro quadrado — atrás de capitais brasileiras, como Salvador e São Paulo, mas à frente do Rio de Janeiro. Ao considerar o crescimento da população de 1995 até 2025, a estimativa de aumento chega a 118,6%, índice menor apenas que o de duas cidades na Arábia Saudita: Riad e Jidá. De acordo com as previsões da agência, em 10 anos, a população de Brasília estará perto dos 5 milhões.

    Os dados do IBGE revelam o crescimento a passos largos. Na pesquisa, a capital federal ficou atrás apenas de São Paulo e do Rio de Janeiro e está empatada no terceiro lugar com Salvador entre os municípios mais populosos do Brasil. O crescimento exacerbado é visto com ressalvas pelo especialista Marco Antônio Vilas Boas. “Não adianta estarmos entre as regiões mais populosas e com destaque industrial quando há filas nos hospitais, a educação é de baixa qualidade e a segurança pública nem existe. O governo tem que criar um equilíbrio entre o crescimento e a qualidade de vida da cidade”, critica o professor de geografia. (O.A.)



    Fonte: Correio Braziliense – Foto: Ronaldo de Oliveira/CB/D.A/Press

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.