• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • quarta-feira, 22 de junho de 2016

    #ARTE » A obra do bisneto de Niemeyer - (Visite o site do Instituto Niemeyer)

    Paulo Sérgio com alguns dos móveis que criou: cinco anos de desenvolvimento do projeto

    Arquiteto, urbanista e designer, Paulo Sérgio Niemeyer lança, em Brasília, uma linha de móveis de alta decoração inspirada no trabalho do gênio do modernismo. Por mais de duas décadas, a parceria em vários projetos uniu os dois profissionais

    Brasília recebeu, ontem, uma linha de móveis de alta decoração inspirada em Oscar Niemeyer e nas obras por ele produzidas. Só que um detalhe chama a atenção para o lançamento. O autor das obras é o arquiteto, urbanista e designer Paulo Sérgio Niemeyer, bisneto do homem que criou os principais monumentos da nova capital. Alguns dos produtos já estão à venda, a exemplo da Mesa Lateral Catedral, da Banqueta Catedral, da Banqueta Alvorada, da Mesa Lateral Alvorada, da Mesa de Centro Oscar, da Mesa de Centro Folha. A expectativa do público amante do design, porém, é a chegada da Luminária Rio, que funciona via bluetooth. O lançamento do item está previsto para o segundo semestre.

    A coleção, batizada de Niemeyer Design 2016, tem uma importância especial para Paulo. Segundo ele, ao trabalhar e morar com o bisavô, teve a oportunidade de vivenciar muito da obra do gênio modernista. E, com isso, o trabalho que tem desenvolvido sempre está atrelado ao dele. “Eram muito naturais as coisas entre a gente. Todo mundo fez muita coisa inspirada nele, e eu também quis. Não exatamente como ele fazia, mas temos uma linha muito parecida. Eu também acredito na curva, gosto dessas formas que ele desenvolveu, desenhávamos assim juntos. E, hoje, é como eu desenho.” A idealização dos móveis passou por um longo processo. Até que tudo ficasse como o arquiteto queria, foram aproximadamente cinco anos de desenvolvimento. “Eu sempre quis fazer com que o móvel não fosse só um objeto, mas que funcionasse também com uma espécie de escultura, que você colocasse em um lugar e tivesse prazer em ficar olhando”, justifica.

    Poder lançar uma linha inspirada no bisavô, que teve uma consagrada carreira, é uma realização para Paulo. E a principal preocupação do bisneto era que as peças não fossem cópias. “É tudo inspirado. Eu pensei, principalmente, na funcionalidade, como resolveria para ficar uma móvel de qualidade.” Além das peças, o arquiteto expôs pela primeira vez no país gravuras que produziu em desenhos inéditos. “Faço móveis há muito tempo, mas esse tipo de desenho é novidade. Eu já me considerava artista, brincava e desenhava. Mas agora estou fazendo isso formalmente.”

    Relação familiar 
    Desde pequeno, Paulo Sérgio Niemeyer, hoje com 46 anos, é influenciado pela obra de Oscar Niemeyer e do pai, Walter Makhohl, importante arquiteto de São Paulo. Por mais de duas décadas, trabalhou ao lado do bisavô, quando dirigiu o escritório dele em Cuba. Paulo é o único bisneto de Oscar formado em arquitetura. Com o passar do tempo, teve a oportunidade de aprimorar o conhecimento, ao colaborar no desenvolvimento de projetos de Niemeyer. Em 2010, os dois lançaram o Instituto Niemeyer de Políticas Urbanas e Culturais (Inpuc), que tem como objetivo criar e apoiar projetos inspirados na filosofia de vida dos dois fundadores.

    Por meio da instituição, Paulo recebeu o convite para comemorar os 52 anos de Brasília e homenagear Oscar. Em 21 de abril de 2012, ao abrir o site Google, era possível encontrar um desenho, feito por Paulo, inspirado nas obras mais famosas de Oscar. O jovem arquiteto é o único brasileiro a criar um Doodle, como são chamados os desenhos feitos por equipes de ilustradores contratados pelo Google para celebrar datas comemorativas.

    Ao longo da carreira, também teve como inspiradores grandes nomes da arquitetura mundial, como Corbusier, Mies Van der Rohe, e artistas plásticos brasileiros, a exemplo de Anna Bella Geiger, Nelson Leirner, Beatriz Milhazes, João Camara, Paulo Werneck, Caldas, Portinari, Iberê, Volpi, Malfatti, Oiticica e, principalmente, Lygia Clark e Di Cavalcanti. 

    Parceria
    Entre os projetos de Oscar Niemeyer que contou com a participação de Paulo Sérgio Niemeyer estão: a Torre de Natal; o Auditório São Paulo, no parque do Ibirapuera; o Memorial Luís Carlos Prestes, na Prefeitura de Niterói, onde colaborou em vários projetos de grande porte, como o Palácio Arariboia, o Portugal Pequeno, o restauro do Forte do Imbuí, o Solar do Jambeiro, o Caminho Niemeyer, entre outros.

    Fique por dentro
    Visite o site do Instituto Niemeyer de Políticas Urbanas e Culturais: http://www.institutoniemeyer.org/



    Fonte: Correio Braziliense – Foto: Carlos Vieira/CB/D.A.Press  


    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.