• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • segunda-feira, 14 de março de 2016

    4.218 pacientes atendidos em 30 dias nas tendas de atenção à dengue em Brazlândia

    Serviço, que funciona também nos fins de semana, recebeu a primeira visita do secretário de Saúde acompanhado pelo governador de Brasília. Em ronda no hospital regional, necessidades foram identificadas

    No fim da manhã deste sábado (12), três médicos, quatro enfermeiros, cinco técnicos de enfermagem e cinco técnicos de laboratório prestavam serviço na unidade básica de atenção à saúde, montada no estacionamento do Hospital Regional de Brazlândia. Cerca de 30 pessoas aguardavam por resultados de exames ou atendimento. Instalada em 11 de fevereiro, 4.218 pacientes foram atendidos no local até 10 de março. Desses, 2.823 apresentavam sintomas de dengue, zika ou chikungunya.
    No mesmo período, foram feitos 2.109 testes rápidos para a dengue e 3.576 exames de outros tipos. Até quinta-feira, 850 deram positivo. Inicialmente, a unidade funcionava das 8 às 18 horas, de segunda a sexta-feira, mas o atendimento foi ampliado para os fins de semana. Se for preciso internação, o paciente será removido para a emergência do hospital.
    O governador Rodrigo Rollemberg e o secretário de Saúde, Humberto Fonseca, conversaram com pacientes, muitos deles moradores do Entorno. "A rapidez tem contribuído para a identificação rápida dos casos de dengue", destacou Rollemberg. "Acompanhamos e vimos que a triagem é instantânea e que a espera pelo atendimento completo, com os exames, está em uma hora", completou Fonseca.
    O diretor do hospital, Robledo de Souza Leão Lacerda, constatou que a criação do espaço diminuiu o tempo para ser atendido:"Os pacientes que procuravam nosso pronto-socorro estão indo para a tenda. Isso diminui a espera para todos".
    Raio X
    Em visita ao hospital regional, o governador e o secretário de Saúde identificaram as necessidades do estabelecimento, conduzidos pelo diretor do local. Humberto Fonseca disse que os principais problemas verificados foram o déficit de profissionais e a falta de manutenção de equipamento de raio X. "São sinais de que, se a gente melhorar o abastecimento e a manutenção, conseguiremos melhorar o atendimento para a população", avaliou. O hospital de Brazlândia é o primeiro a receber a visita do secretário, que assumiu a pasta em 2 de março.

    Após o trajeto, o governador afirmou que há grandes desafios no estabelecimento e ressaltou o empenho dos funcionários no trabalho. "Vamos juntos buscar as alternativas para melhorar o atendimento permanentemente."


    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.