• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • terça-feira, 22 de março de 2016

    Mandato de Celina Leão também tem a água como prioridade

    O Dia Mundial da Água é comemorado hoje (22) e a preservação desse recurso natural é uma preocupação constante do mandato da presidente da Câmara Legislativa do DF, deputada Celina Leão. Ainda no ano passado, a parlamentar viajou à Coréia do Sul, onde participou do 7º Fórum Mundial da Água, que aconteceu nas cidades de Daegu e Gyeongbuk - o maior evento do Planeta sobre o tema água, uma questão cada vez mais urgente para todos os países do mundo. 

    Segundo Celina, o cenário de escassez da água potável é uma realidade cada vez mais próxima do Brasil, onde algumas capitais já sofrem com um prelúdio do problema. “O Distrito Federal tem cumprido o seu papel e vem participando do debate para buscar soluções para preservar a água”, ressalta a parlamentar.

    A escassez de fornecimento de água seguro, adequado e confiável para os setores altamente dependentes de recursos hídricos tem resultado na perda ou no desaparecimento de empregos e pode limitar o crescimento econômico mundial nos próximos anos, “a menos que exista infraestrutura suficiente para gerenciar e armazenar a água”. O alerta foi feito hoje (22), Dia Mundial da Água, pela Organização das Nações Unidas (ONU).
    A edição de 2016 do Relatório Mundial das Nações Unidas para o Desenvolvimento de Recursos Hídricos é produzido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em nome da ONU Água. Com o tema a água e o emprego, ele mostra que 78% dos empregos que constituem a força de trabalho mundial são dependentes dos recursos hídricos. Segundo o setor de Ciências Naturais da Unesco no Brasil, há, aproximadamente, 1,5 bilhão de pessoas no mundo que ainda têm problemas de acesso à água, seja em quantidade ou em qualidade. 

    Como toda a população necessita da água para a sua sobrevivência, em julho de 2010, a Assembleia Geral das Nações Unidas declarou, por meio da Resolução A/RES/64/292, que a água limpa e segura e o saneamento básico são direitos humanos. Sendo assim, a água de qualidade e o saneamento básico passaram a ser um direito garantido “O uso racional da água e sua preservação são fundamentais para garantir qualidade de vida para a nossa geração e para as futuras. Faça uso consciente da água”, adverte a presidente da Câmara Legislativa.


    Assessoria de Comunicação da deputada Celina Leão

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.