• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • sábado, 23 de abril de 2016

    Zoológico de Brasília: Com vocês, a macaquinha Sarah - (Filhotes de outras espécies também têm feito a alegria dos visitantes)

    A pequena Sarah não se desgruda da mãe, Doli, e do pai, Pretinho: espécie ameaçada

    "Nascida há um mês no Zoológico de Brasília, a macaca-aranha-de-cara-preta foi batizada, após votação popular, em homenagem à mulher de Juscelino Kubitschek. Filhotes de outras espécies também têm feito a alegria dos visitantes do parque"

    Sarah. É assim que se chama a mais nova integrante macaca-aranha do Jardim Zoológico de Brasília. O nome, em homenagem a Sarah Kubitschek, mulher de Juscelino e primeira-dama do Brasil, ganhou a votação realizada no Zoo durante a celebração do aniversário da cidade. A eleição começou na quarta-feira, pelas redes sociais, mas na quinta quem visitou o parque pôde votar em uma urna localizada na frente do recinto do Micário.

    Os votos depositados na urna valiam cinco pontos e os computados pelas redes sociais, um 1. Com 1.175 votos, Sarah venceu as outras opções: Pequi e Candanga. Pequi, o fruto do cerrado, ficou em segundo lugar. Já a homenagem aos candangos de Brasília e à cidade de Candangolândia ficou em último lugar. As sugestões foram feitas por funcionários e os nomes homenageiam os 56 anos da capital.

    Segundo a Assessora de Comunicação do Zoo, geralmente, quando nasce um novo animal, é feita uma campanha nas redes sociais na qual o público sugere nomes e os funcionários decidem. Esta foi a primeira vez em que os visitantes puderam votar diretamente. A campanha computou, no total, 2.310 votos. Somente na urna, 450 foram contados. A ideia era levar o público a interagir e fazer parte da história do zoológico.

    A filhote tem apenas 1 mês de vida e ainda vive pendurada na mãe. Filha de Doli, resgatada pelo Ibama de Rondônia em 2007, e de Pretinho, nascido no Zoo de Brasília em 2003, Sarah é a caçula de três irmãos. Hoje, ela, o pai e a mãe vivem no recinto do Micário, pois a pequena ainda precisa de cuidados especiais.

    Fruto de uma reprodução em cativeiro, Sarah é uma macaca-aranha-de-cara-preta, com nome científico de Ateles chamek, espécie amazônica de primata que é vítima de caça e da perda de hábitat. “Apesar de não estar na lista de extinção, a espécie já é ameaçada. A reprodução em cativeiro é importante para o controle dos animais e também para pesquisas”, ressalta Camila.

    Filhotes
    Além de Sarah, o Zoológico de Brasília tem 5.790 animais, entre aves, répteis, mamíferos, borboletas e aracnídeos. Entre eles, há muitos filhotes e novatos. Alguns nascidos no próprio zoo e outros resgatados pelo Ibama em vários estados. É o caso da Maria Bonita — uma filhote da espécie tatu-canastra que foi recuperada em uma obra no Tocantins. O Zoológico de Brasília é o primeiro do Brasil a receber a espécie. Porém, Mabu, como foi apelidada carinhosamente, ainda não está exposta, pois o recinto adequado não está pronto.

    Já Eduardo e Mônica são irmãos e ambos foram gerados na capital. Da espécie lobo-guará, já ameaçada de extinção, eles têm apenas 9 meses e vivem juntos no zoo. Gaia, filhote da espécie adax, nasceu no local há seis meses e vive com a mãe na ala da maternidade, ainda em período de adaptação.

    A votação
    Sarah: 1.175 votos
    Pequi:  770 votos
    Candanga: 365 votos

    Galeria dos caçulas


    Tamanduá-mirim
    Nome: Babalu
    A tamanduá-mirim Babalu chegou ao Zoológico em novembro
    de 2015, após ser resgatada pelo Ibama ainda filhote.
    Tatu-canastra
    Nome: Maria Bonita
    Maria Bonita é um filhote da espécie de tatu-canastra e ainda não está exposta no zoológico, pois não tem recinto adequado.
    Lobo-guará
    Nomes: Eduardo e Mônica
    Os irmãos Eduardo e Mônica, da espécie lobo-guará,
    nasceram em julho de 2015 no Zoológico de Brasília.
    Adax
    Nome: Gaia
    Gaia nasceu em 18 de outubro do ano passado e vive na ala da
    maternidade com a mãe, ainda separada do pai e do irmão para adaptação.

                                                        *************

    Fundação Jardim Zoológico de Brasília:  Endereço: Avenida das Nações, Via L4 Sul - Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 9h às 17h - Valor da entrada: R$ 5 (meia)


    Fonte: Maria Eduarda Cardim - Especial para o Correio – Fotos:Marcelo Ferreira/CB/D.A.Press – Agência-Brasília – Correio Braziliense 

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.