CLDF » Distritais articulam a Presidência - "Julia Lucy (Novo) e Leandro Grass (Rede) querem formar grupo para diminuir os gastos da Câmara Legislativa" - Blog do Chiquinho Dornas

NEWS

sexta-feira, 9 de novembro de 2018

CLDF » Distritais articulam a Presidência - "Julia Lucy (Novo) e Leandro Grass (Rede) querem formar grupo para diminuir os gastos da Câmara Legislativa"


Julia Lucy (Novo) e Leandro Grass (Rede) querem formar grupo para diminuir os gastos da Câmara Legislativa
Até o momento, sete nomes cinco parlamentares reeleitos e dois novatos são cogitados para a disputa pelo comando da Câmara. A maioria dos possíveis candidatos é da base formada pelo governador eleito do DF, Ibaneis Rocha

A pouco menos de dois meses para a posse dos deputados distritais, começa nos bastidores as articulações de apoio para a eleição da Mesa Diretora da Câmara Legislativa do Distrito Federal. Até então, sete nomes se colocaram na disputa pela Presidência da Casa — cinco reeleitos e dois novatos. Ontem à tarde, os parlamentares eleitos Julia Lucy (Novo) e Leandro Grass (Rede) anunciaram o envio de uma carta-compromisso para os futuros companheiros de plenário. O objetivo é formar um grupo compromissado com a diminuição de gastos e o consequente barateamento do Legislativo local.

Outro objetivo do documento é reunir distritais que cobrem do próximo presidente da Câmara comprometimento com as regras dispostas no texto. “Se a gente não vislumbrar uma candidatura segura a partir desses termos, para evitar cooptação do Legislativo pelo Executivo, estudaremos lançar uma candidatura própria”, ressalta Julia. “Geralmente, primeiro se formam os grupos políticos na Câmara e, depois, se discute o futuro. O nosso objetivo é o contrário. Queremos criar um grupo a partir do futuro que a gente quer”, reforça Leandro.

Ambos fazem parte dos seis distritais que terão posicionamento independente em relação ao governador eleito do DF, Ibaneis Rocha (MDB). Seguem a mesma postura Fábio Felix (PSol), José Gomes (PSB), Professor Reginaldo Veras (PDT) e Roosevelt Vilela (PSB). Os dois últimos aparecem entre os possíveis nomes que disputarão o pleito. O pedetista se classifica como um “candidato alternativo”. Até então, ele é o único que se colocou oficialmente na disputa. Veras adiantou que não pedirá apoio ao governador e tentará o suporte dos colegas com o argumento de que a Casa não precisa ser tão dependente do Executivo, argumento que pode interessar a Julia Lucy e Leandro Grass.

Governistas
Até o momento, Ibaneis conta com o apoio de 14 parlamentares da futura Câmara. Tradicionalmente, o chefe do Buriti tem voz importante na escolha do principal cargo da Casa (leia Para saber mais), principalmente no primeiro biênio, mas o advogado alega que não pretende influenciar nessa escolha. Mesmo assim, há possíveis candidatos que torcem por uma mudança de posicionamento. Correligionário de Ibaneis, o emedebista Rafael Prudente cogita a liderança do Legislativo local. Ele deve disputar o apoio do governador eleito com Claudio Abrantes (PDT), que, mesmo sendo de um partido que apoiou Rodrigo Rollemberg (PSB) nas eleições, participou de toda campanha de Ibaneis ao GDF.

Eleito para o terceiro mandato, o distrital Rodrigo Delmasso (PRB) também aparece entre os nomes que podem disputar a vaga, assim como o novato João Cardoso (Avante). O deputado Agaciel Maia (PR), que perdeu a disputa pela atual Presidência da Câmara para Joe Valle (PDT), deve se colocar novamente na briga pela chefia da Casa.

Para saber mais - Organização da pauta
A cada dois anos, os parlamentares da Câmara Legislativa realizam eleições para definir a nova formação da Mesa Diretora. São escolhidos presidente, vice-presidente, primeiro-secretário, segundo-secretário e terceiro-secretário, bem como três suplentes de secretário. O líder do Legislativo local tem como principal função a organização da pauta de votação. Ele também é o terceiro na fila de sucessão da chefia do Palácio do Buriti, assumindo o poder caso o governador e o vice percam o mandato. As eleições da Mesa Diretora ocorrerão em 1º de janeiro de 2019.


Por Pedro Grigori - Foto: Ana Rayssa/CB/D.A.Press - Blog/Google - Correio Braziliense



Nenhum comentário:

Postar um comentário