PO - Paulo Octávio de volta à cena política - Blog do Chiquinho Dornas

NEWS

quarta-feira, 15 de maio de 2019

PO - Paulo Octávio de volta à cena política


De volta à cena política
O governador Ibaneis Rocha participou ontem da inauguração da fonte na Praça JK, no Setor Hoteleiro Norte, entre os hotéis Manhattan e Kubitschek, reformada pelas empresas de Paulo Octavio. No evento, disse estar feliz em ver o ex-senador de volta à cena política. “Fico feliz com seu reingresso como presidente de partido (PSD). E espero que seja candidato nas próximas eleições, ao cargo que pretender, pois terá nosso apoio”, afirmou Ibaneis. Também filiado ao PSD do DF, o filho mais novo de Paulo Octavio foi encarregado pela família Kubitschek Pereira de fazer a saudação ao governador. Pode surgir aí um novo candidato.

Muito dinheiro nos trilhos
O Metrô de Brasília é uma mina de despesas para o Governo do DF. Deficitário e com uma folha de pagamentos altíssima, o órgão está no radar do governador Ibaneis Rocha para concessão à iniciativa privada. No ano passado, os cofres públicos tiveram que arcar com R$ 233 milhões para manter o sistema em operação. A folha de pagamentos representou 135% da receita operacional da companhia. 

Mais prazo para corrida à vaga no TJDFT
Até agora, 31 advogados se inscreveram para concorrer à vaga de desembargador do Tribunal de Justiça do DF no quinto constitucional. O prazo para as candidaturas já havia se encerrado, mas o advogado Erick Vidigal entrou na Justiça e conseguiu uma decisão favorável para suspender uma das regras do edital: a de que, para concorrer, é preciso ter atuado na advocacia pelo período de 10 anos ininterruptos. Para abrir a possibilidade a outros interessados, o presidente da OAB/DF, Délio Lins e Silva Júnior, decidiu ampliar o prazo de inscrições. Vidigal é um dos nomes fortes, caso passe pelo crivo da OAB e do Tribunal de Justiça do DF. Ele é subchefe da Casa Civil do governo Bolsonaro, a quem caberá a nomeação.

Ghost?
O ex-vice-governador do DF Renato Santana perdeu ontem o cargo que exercia na liderança do PSD na Câmara Legislativa, depois de denúncias de que não estava indo trabalhar. Foi devolvido ao órgão de origem na estrutura do GDF.

Diretor-geral pede desculpas à PM em nome da PCDF: fatalidade
O diretor-geral da Polícia Civil do DF, Robson Cândido esteve, na noite de segunda-feira, na solenidade de aniversário de 211 anos da Polícia Militar do DF. No seu pronunciamento, o delegado pediu desculpas, em nome da corporação que representa, pela morte do tenente Herison de Oliveira Bezerra, em uma casa de shows em Águas Claras, há um mês. O oficial foi atingido pelos disparos da arma do agente da Polícia Civil Pericles Marques Portela Júnior. Robson Cândido lamentou o ocorrido que considerou uma “fatalidade”.

Mais espaço
O deputado distrital Delmasso (PRB) ganhou espaço no governo Ibaneis Rocha. Ele emplacou a bióloga Luciane Quintana como administradora do Guará. Luciane era servidora do gabinete de Delmasso, além de bispa da Igreja Sara Nossa Terra, a mesma do parlamentar. Ontem à tarde, Delmasso fez discuso em plenário elogiando a indicação e anunciou que o foco de Luciane será na revitalização dos parques do Guará.

Propostas para a Reforma da Previdência
O deputado Professor Israel (PV-DF) teve reunião a portas fechadas nesta terça-feira com relator da Comissão Especial da Reforma da Previdência na Câmara Federal, Samuel Moreira (PSDB-SP). Foi defender pessoalmente a necessidade de retirar os professores da PEC e de estabelecer uma regra de transição justa para os servidores públicos – temas de suas emendas. No segundo caso, quer aplicação da mesma proposta dos militares, com um pedágio de 17% sobre o tempo que faltar para a aposentadoria. O relator mostrou-se receptivo e disposto a discutir alternativas. Israel é o único parlamentar do DF na Comissão Especial.

Ana Maria Campos – Fotos: Luis Nova/CB/D.A.Press – Arthur Menescal/CB/D.A.Press – Marcelo Ferreira/CB/D.A.Press – Igo Estrela- Correio Braziliense


Nenhum comentário:

Postar um comentário